Futebol Por reforços, São Paulo pode entregar prioridade de compra de revelações de Cotia ao Grupo City

Por reforços, São Paulo pode entregar prioridade de compra de revelações de Cotia ao Grupo City

De olho em dupla latina, Tricolor estuda forma de viabilizar negócio com conglomerado

Lance
Lance

Lance

Lance

Em busca de reforços, a diretoria do São Paulo estuda oferecer a preferência de compra de algumas das principais revelações das categorias de base do clube em troca do empréstimo ou cessão de jogadores que pertençam ao Grupo City, mantedor do Manchester City, da Inglaterra, entre outros clubes.


GALERIA
+ Como está o São Paulo para a abertura da janela de transferências? O vaivém do mercado no Tricolor

Segundo o LANCE! apurou, o negócio envolveria prioritariamente dois nomes cujo interesse do Tricolor já fora revelado publicamente: o zagueiro Nahuel Ferraresi e o atacante Nahuel Bustos. Ambos os atletas foram descobertos pelo gerente de futebol Rui Costa e sua equipe de análise desde os tempos em que trabalhavam no Atlético-MG.

Venezuelano de 23 anos, Ferraresi atuou emprestado no Moreirense, de Portugal, na última temporada europeia. Vice-campeão mundial sub-20 pela seleção sul-americana, o jogador pertence ao Grupo City desde a infância. Ele chegou a treinar no Manchester City, não foi aprovado pelo técnico Josep Guardiola.

Conforme o L! revelou, o São Paulo propôs o empréstimo com opção de compra, o que foi negado. Negócio, só se for compra em definitivo. Pelo preço de 1 milhão de euros (quase R$ 6 milhões).

O argentino Bustos, de 24 anos, é revelação do Talleres e atuou a última temporada do Velho Continente emprestado ao Girona, da segunda divisão da Espanha. A reportagem apurou que o Tricolor propôs o empréstimo nos mesmos moldes do defensor venezuelano, mas o Grupo City cobrou caro pelo acordo.

O L! descobriu que conversas da equipe de Costa com representantes do Grupo City mostraram o interesse deles em alguns nomes de atletas revelados pela base são-paulina e que já estariam sendo monitorados. Com isso, o assunto foi levado à cúpula do clube e aprovado para a formulação do negócio.

Segundo fontes ouvidas pela reportagem, pelo menos dois integrantes do atual elenco profissional estariam na lista de prioridades do Grupo City: o zagueiro Luizão e o meia Rodriguinho.

Ou seja, caso apareça alguma proposta pela dupla e outros nomes da lista de interesse do City, o Tricolor seria obrigado a informá-los com antecedência antes de fechar o negócio, para saber se cobrem ou não o valor.

Além disso, o Tricolor poderá abater do valor a receber do Grupo City pelas revelações caso tenha interesse em permanecer com os atletas que lhe seriam emprestados. E que chegariam com preço definido.

A quantidade de atletas da base a integrarem a lista de preferências do Grupo City não é revelada dentro do Morumbi. Certo é que alguns nomes terão valor pré-fixado definido.

Avalista de Ferraresi e Bustos, que preencheriam posições carentes do elenco, Ceni teria dado o aval para o negócio.


Além da dupla, o Tricolor também negocia a compra do meia Giuliano Galoppo, do Banfield, com ajuda de um investidor por enquanto misterioso.

Com a venda de Rigoni ao futebol dos EUA, o trio preencheria o limite de estrangeiros no elenco são-paulino junto de Calleri, Colorado e Gabriel Neves. Nas competições organizadas pela CBF, somente cinco estrangeiros podem ser relacionados. Ou seja um teria que ficar de fora dos jogos. essa regra, contudo, não existe na Copa Sul-Americana, da Conmebol.

Até o momento, o Tricolor acertou a transferência apenas do atacante Marcos Guilherme para a abertura da janela, nesta segunda-feira (18).

TABELA
> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Confira todos os jogos da Copa do Brasil-22
> Confira todos os jogos da Copa Sul-Americana-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

Últimas