Futebol Por conta de regulamento, treinador brasileiro não pode assumir novo clube saudita

Por conta de regulamento, treinador brasileiro não pode assumir novo clube saudita

Luis Antonio Zaluar foi recomendado por Fábio Carille para ser técnico de clube árabe, porém regra impede que negócio seja concluído

Lance
Lance

Lance

Lance

Nos último dias, o técnico brasileiro Luis Antonio Zaluar, que comanda o Al-Akhdoud, da Divisão 2 da Arábia Saudita, recebeu uma proposta oficial para assumir o Al-Wehda, da primeira divisão do país. Após o acerto verbal entre os clubes e com o profissional, no entanto, a assinatura de contrato foi vetada pela Liga Saudita.

Segundo regra, um técnico não pode comandar duas equipes na mesma temporada, ainda que sejam de divisões diferentes. O brasileiro explicou a negociação e, principalmente, o imbróglio.

- O meu time está liderando o campeonato da Divisão 2, pelo que temos conhecimento a diretoria do Al-Wehda já monitorava meu nome pela experiência que tenho no mundo árabe. Já é o sexto clube saudita que eu dirijo, além de dois no Emirados e um no Qatar. Eles fizeram uma proposta direta ao meu presidente aqui, que os autorizou a me procurarem. Fizeram uma proposta e eu aceitei, nos acertamos verbalmente.

- O interesse de um time da primeira divisão da Arábia me deixou muito orgulhoso. Feliz por ter sido lembrado, acreditado no meu trabalho. Foi o primeiro clube que trabalhei na Arábia Saudita em 1987, 34 anos atrás. O clube contar comigo me deixou orgulhoso. Eu havia aceitado, mas com essa negativa da Federação, que nenhum clube pode se transferir de um clube pra outro numa mesma temporada. Não poderei ajudá-los esse ano, mas muito orgulhoso e torcendo por eles.

Com apenas três rodadas faltando na Divisão 2, a equipe do técnico hoje lidera a competição e está muito próxima do acesso. O interesse do Al-Wehda no trabalho de Zaluar, porém, passou também por outro brasileiro. O clube consultou Fábio Carille, que comandou o Al-Wehda em 2019, sobre o compatriota.

- Procuraram informações do meu nome, perguntaram até ao Carille, que é meu amigo, fez o curso da CBF comigo, e ele me referendou também. No futebol a gente aprende que nem tudo é no nosso tempo, temos de fazer nosso melhor sempre.

Hoje três brasileiros comandam equipes na primeira divisão da Arábia Saudita. Rogério Micale é o técnico do Al-Hilal, Fábio Carille do Al-Ittihad e Péricles Chamusca comanda o Al-Faisaly.

Últimas