Futebol Perto do Corinthians, Luís Castro explica como vê o futebol: 'Não quero só pontos, quero um jogo de qualidade'

Perto do Corinthians, Luís Castro explica como vê o futebol: 'Não quero só pontos, quero um jogo de qualidade'

Declaração do treinador português, que é cotado para assumir o Timão, foi em 2016, quando ainda treinava o Porto B

Lance

Já se passaram duas semanas desde a demissão de Sylvinho, e o Corinthians segue sem treinador. A cautela e assertividade da diretoria para analisar os nomes do mercado fez com que a alta cúpula chegasse à prioridade por profissionais português, e o nome parece estar definido: Luís Castro.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros na história do Corinthians

O lusitano de 60 anos está no Al-Duhail, do Qatar, mas recebeu proposta do Timão, que aguarda o treinador conseguir um acordo para deixar a equipe que terminou em 4º lugar no último Mundial de Clubes, já que a multa rescisória do técnico está próxima de R$ 1 milhão.

O Time do Povo também têm a concorrência do Botafogo, que por meio do novo investidor do clube, o norte-americano John Textor, avançou nas tratativas com o português.

Uma das passagens de maior êxito de Castro foi no Porto. O profissional ficou de 2006 até 2016 nos Dragões, exercendo quase todos os cargos, desde diretor das categorias de base, onde reestruturou o setor do clube, para treinador interino da equipe principal e técnico do time B.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Timão no Campeonato Paulista

Luís Castro - Entrevista Porto

Luís Castro - Entrevista Porto

Lance

Castro durante período no Porto (Foto: Reprodução / OneFootball)

E foi na equipe B do Porto onde ele conquistou sua primeira taça. Trabalhando ao lado de atletas no qual ajudou no desenvolvimento, foi campeão da segunda divisão portuguesa na temporada 2015/16. O feito atraiu o interesse de outras equipes do país, e em seguida ele treinou o Rio Ave, Chaves e Vitória de Guimarães.

À época, Castro deu uma entrevista explicando como enxerga o futebol, afirmando que a qualidade de jogo praticada por suas equipes é tão importante como os resultados conquistados.

- Muitos dos analistas que se debruçam sobre o Porto deveriam dizer que nós éramos uma equipe um pouco sonhadora, lírica, sobre o futebol que eu queria implementar. Este é o futebol que eu acredito. É nisso em que acredito, em um futebol que não vai só atrás dos pontos, mas vai fundamentalmente atrás do desenvolvimento dos jogadores e de um jogo de qualidade, com essa vontade que eu falo ser fundamental para conquistar bons resultados - disse Luís Castro.

Sobre seu estilo de jogo, Castro gosta de jogar tanto no 4-2-3-1 como 4-3-3. Por vezes, adota a linha alta na defesa e tenta pressionar a saída de bola, mas nem sempre as equipes têm esse perfil.

A única característica 'inegociável' do lusitano é a valorização da posse de bola. O português busca ataques apoiados, buscando chegar ao campo ofensivo por meio de passes curtos e triangulações. Até por isso, o volante é um dos jogadores mais importantes em seu esquema tático.

Últimas