Futebol Para fechar 2020, Fluminense encara o São Paulo em reencontro com Diniz e expectativa por vitória de Marcão

Para fechar 2020, Fluminense encara o São Paulo em reencontro com Diniz e expectativa por vitória de Marcão

Tricolor carioca ainda não venceu desde a saída de Odair Hellmann e tenta dar confiança ao trabalho do novo treinador antes do fim do ano

Lance
Lance

Lance

Lance

Depois de um 2020 com altos e baixos, o Fluminense tem uma difícil missão para encerrar o ano. Neste sábado, o Tricolor carioca receberá o São Paulo, líder do Campeonato Brasileiro, às 21h, no Maracanã. O duelo não representa apenas conquistar os três pontos, mas também conquistar a primeira vitória sob o comando de Marcão depois de um empate e uma derrota e voltar à disputa por vaga na Libertadores. Isso tudo somando-se ao reencontro do time das Laranjeiras com Fernando Diniz, que trabalhou com o técnico do Flu no ano passado. A partida terá transmissão em tempo real do LANCE!.

> Retrospectiva-2020: luta contra a volta, título, eliminações e surpresa... o ano do Fluminense em 12 fotos

Enquanto Marcão chega pressionado, apesar do apoio interno, Diniz tem prestígio no São Paulo, mesmo com a derrota para o Grêmio na ida da Copa do Brasil. Auxiliar permanente nas Laranjeiras no ano passado, o atual treinador do Fluminense tenta implementar ainda hoje muito do estilo que aprendeu com o comandante do São Paulo durante sua passagem pelo Tricolor carioca. Em outubro, quando Marcão foi chamado novamente para "apagar o incêndio" depois da demissão de Oswaldo de Oliveira, ele já tentou imprimir mais posse de bola e ofensividade.

O resultado prático nesta quarta passagem pelo time principal do Flu, porém, ainda não tem sido bom. Apesar de o time já ter ficado mais com a bola e dado menos chutões, por exemplo, as atuações fracas e pouco inspiradas resultaram em movimentações limitadas e quase nenhuma chance de perigo. Este será o terceiro reencontro entre Flu e Diniz e o segundo entre os treinadores. No primeiro, em novembro de 2019, os cariocas de Marcão levaram a melhor por 2 a 0. Já no primeiro turno deste ano, Wellington Silva até abriu o placar para o Flu, que vinha bem. No entanto, logo no início da segunda etapa Brenner e Luciano viraram o confronto, dando tranquilidade aos paulistas.

VEJA A TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

– Esperamos que nesse próximo jogo a gente já consiga imprimir tudo aquilo que a gente vem fazendo nos treinos. A gente vem fazendo ótimos treinos durante a semana. Temos a expectativa de fazer um ótimo jogo e voltar a ganhar, a pontuar, que é o mais importante para gente – disse o lateral-direito Calegari.

Uma das armas do Fluminense para tentar vencer a partida podem ser as jogadas pelo alto. Enquanto o São Paulo sofreu quatro dos últimos dez gols a partir de bolas aéreas, o Tricolor carioca tem cinco dos últimos dez gols feitos desta forma. Esta é uma das qualidades desta equipe, que não terá Luccas Claro, uma das referências no quesito, mas tem outras opções interessantes no elenco. Além disso, o Tricolor paulista deve chegar ao Rio de Janeiro com o time misto, já que fará, na quarta-feira, o jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil, contra o Grêmio, precisando reverter a desvantagem de 1 a 0.

– Independentemente do São Paulo vir desfalcado ou não, a gente treinou para impor nosso jogo desde o 1º minuto. A gente vai entrar fazendo aquilo que veio fazendo nos treinos, impor nosso jogo e buscar a vitória em todos os minutos. O time do São Paulo gosta da bola, é muito agressivo. A gente vai impor nosso jogo para neutralizar isso, tentar ficar com a bola também e tentar ser o mais agressivo possível para buscar a vitória - completou Calegari.

Últimas