Futebol Com o fim do Brasileirão, o que acompanhar no futebol internacional?

Com o fim do Brasileirão, o que acompanhar no futebol internacional?

Após o título do Palmeiras, a bola volta a rolar para os principais clubes do país apenas em janeiro, com os estaduais

Lance
Fim do Brasileirão pode movimentar audiência na Saudi Pro League

Fim do Brasileirão pode movimentar audiência na Saudi Pro League

AHMED YOSRI/Reuters - 01.12.2023

O Campeonato Brasileiro de 2023 chegou ao fim na última quarta-feira (6). Depois de uma temporada eletrizante, com decisões na rodada final e grandes craques desfilando seu futebol, os clubes entram de férias e só voltam à ação a partir de janeiro, com a disputa dos campeonatos estaduais.

Com isso, muitos começam a planejar o fim de ano sem o futebol nacional e voltam sua atenção para as disputas na Europa e na Arábia, já que a temporada está em andamento. Por esse motivo, a reportagem preparou um resumo especial das principais ligas do Velho Continente e da Saudi Pro League na temporada 2023-24.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Premier League: o fim da dinastia?

Acostumado com o domínio do Campeonato Inglês, o Manchester City tem encontrado dificuldades para encaixar seu melhor jogo e está apenas em quarto lugar, a seis pontos da liderança.

Seguindo encaixado e mostrando-se mais maduro, o Arsenal, que deixou o título escapar em 2022-23, está na ponta da tabela, com 36 pontos, seguido de perto pelo Liverpool. Quem completa o G4 é o ótimo Aston Villa de Unai Emery, que conta com uma grande fase do brasileiro Douglas Luiz.

O Tottenham de Ange Postecoglou chegou a liderar e também se mostra um bom candidato à briga pelo troféu. O Manchester United e o Chelsea são decepções até o momento, com futebol pobre e poucas aspirações na competição.

Newcastle, Brighton e West Ham continuam a ser interessantes de assistir, e o Everton novamente dá indícios de que não terá uma temporada fácil, já rondando a briga contra o rebaixamento nesta primeira metade.

LaLiga: um novo protagonista

Na Espanha, o Real Madrid e o Barcelona não fazem uma temporada brilhante, mas vêm contando com a individualidade de seus craques e mostrando competência para vencer os compromissos. Os merengues lideram, com 38 pontos, enquanto os blaugranas estão em terceiro, com 34.

Em segundo lugar está um surpreendente e muito consistente Girona, que encara uma invencibilidade de sete jogos e tem o mesmo número de pontos do Real, perdendo apenas nos critérios.

Fechando o G4, o Atlético de Madrid tem 31 pontos (e um jogo a menos) e se mostra cada vez mais ofensivo sob o comando de Diego Simeone. Real Betis, Real Sociedad e Athletic Bilbao, de olho nas vagas continentais, são equipes altamente constantes por cima; na parte de baixo, Sevilla e Celta de Vigo não correspondem às expectativas e brigam para fugir do perigo do descenso.

Série A: a queda dos campeões

Depois de uma sequência de quatro campeões em quatro anos, o Campeonato Italiano deve repetir um dos vencedores do período. Caminhando mais adiante, a Inter de Milão (35 pontos) e o Juventus (33 pontos) brigam pela liderança jogo a jogo, mostrando um ótimo futebol com Simone Inzaghi e Massimiliano Allegri.

Logo depois, o Milan, mesmo com o criticado trabalho de Stefano Pioli, ocupa a terceira colocação; a Roma, que teve um péssimo início em 2023-24, decolou e já está em quarto.

O Napoli, atual campeão, perdeu Luciano Spalletti e colhe os frutos de um péssimo trabalho feito por Rudi Garcia, contentando-se com a quinta colocação. Lazio, Atalanta e Fiorentina devem brigar pelas vagas europeias se mantiverem um jogo regular.

Na parte de baixo, a Salernitana não empolga e é lanterna, depois de ter começado mal a jornada com Paulo Sousa, ex-Flamengo e já demitido do cargo.

Bundesliga: hora de fazer história

O sentimento na Alemanha é de que 2023-24 marcará uma temporada histórica para o Bayer Leverkusen. A equipe comandada por Xabi Alonso é uma das melhores de todo o continente, seja estatisticamente, seja futebolisticamente, e lidera o Campeonato Alemão, sonhando com o primeiro título de sua história.

O Bayern de Munique, que venceu as últimas 11 competições, quer evitar o fim da soberania e está em segundo, a três pontos de distância.

O Borussia Dortmund, que brigou até a última rodada pelo triunfo em 2022-23, não repete as boas atuações e ocupa apenas a quinta colocação. Eintracht Frankfurt, Stuttgart, RB Leipzig e Borussia Monchengladbach fazem boas partidas e são interessantes de acompanhar; na luta para não cair está o Union Berlin, que disputa a Champions League mas é lanterna da liga alemã, com apenas 7 pontos.

Ligue 1: mais do mesmo

No Campeonato Francês, quem continua a dar as cartas é o Paris Saint-Germain, que lidera com certa tranquilidade. Nice, Monaco e Lille são os times que mostram qualidade suficiente para ser uma ameaça, mas precisam torcer por uma queda de rendimento dos comandados de Luis Enrique para roubar a ponta. Olympique de Marselha, Lens e Nantes fazem bons jogos e devem brigar até o fim pelas vagas europeias.

Quem está no posto de completa decepção na liga é o Lyon, que tem apenas uma vitória em 14 jogos e está na lanterna da competição. A equipe já passou pela demissão de Fabio Grosso, mas o interino Pierre Sage ainda não virou a chave, com duas derrotas em dois compromissos. Vida difícil para um time que, no papel, não tem nível para se contentar com a parte de baixo da tabela.

Liga Portugal: que ruja o leão

O Campeonato Português não entrega tantas emoções na parte de baixo da tabela, com a briga contra o rebaixamento resumindo-se a modestas equipes, como Arouca, Vizela, Chaves, Rio Ave e Estoril. No topo da classificação, porém, a sempre acirrada disputa pelo título parece reservar mais uma época de equilíbrio.

Quem lidera a competição é o Sporting de Rúben Amorim, que foi longe na última Europa League e segue a pegada de 2023-24, com 31 pontos. Logo atrás, vêm o Benfica e o Porto, com 29 e 28 pontos, respectivamente. Em quarto, o Braga não deixa a distância crescer e tem 26, também de olho na peleja pelo troféu.

Eredivisie: campeão virtual?

No Campeonato Holandês, quem quer encerrar um jejum que completará seis anos em 2024 é o PSV. Caminhando a passos largos para o título, a equipe comandada por Peter Bosz venceu recentemente um confronto direto contra o Feyenoord e abriu dez pontos na liderança. Os rivais tentam seguir a caça e têm 35 pontos, ainda longe na briga.

O Ajax, por outro lado, encarou uma crise gigante na reta inicial, perdendo clássicos, lidando com protestos de torcedores e flertando com o rebaixamento, mas já ressurgiu na competição e saltou da primeira lanterna de sua história para a sexta posição, com 21 pontos.

Saudi Pro League: a nova era da bola

O Campeonato Saudita, impulsionado pelo aporte financeiro do PIF local, cresceu mundialmente e se tornou um novo alvo dos holofotes. Recheado de estrelas como Neymar, Cristiano Ronaldo e Benzema, a liga ganhou força e tem o muito tradicional Al-Hilal, comandado por Jorge Jesus, solitário na liderança, com um futebol de alto nível. O Al-Nassr, do craque português, é segundo e ainda sonha com a caça aos primeiros colocados.

Al-Ittihad e Al-Ahli, os outros dois afortunados pelo PIF, também jogam um bom futebol e estão na briga pela parte de cima da tabela. Entre os mais modestos, o Al-Ettifaq, que tem Gerrard no comando, é outra equipe boa para acompanhar, assim como o Al-Taawoun, treinado pelo brasileiro Péricles Chamusca.

Quando volta o futebol brasileiro?

O título do Palmeiras no Brasileirão decretou de vez as férias para os atletas que estiveram em ação durante o ano. Agora, o retorno oficial dos grandes clubes aos gramados acontecerá em meados de janeiro, para a disputa dos estaduais.

É campeão! Veja as imagens da comemoração do 12º título brasileiro do Palmeiras

Últimas