Futebol Nos acréscimos, Grêmio arranca empate e confirma ponta do grupo

Nos acréscimos, Grêmio arranca empate e confirma ponta do grupo

Com o resultado, time colombiano acaba eliminado da competição, além de perder vaga na Copa Sul-Americana; Tricolor teve dois pênaltis no jogo

Lance
Maicon foi importante para o Grêmio conseguiu o empate

Maicon foi importante para o Grêmio conseguiu o empate

Lance

Mesmo já classificado para as oitavas de final da Libertadores, o Grêmio não desistiu e, nos acréscimos do segundo tempo, na noite desta quinta-feira (22), pela 6ª rodada da fase de grupos, arrancou um empate diante o América de Cali.

Com o resultado de 1 a 1, os colombianos acabaram ficando na lanterna do Grupo E, com apenas 6 pontos, deixando escapar até mesmo a vaga para a Copa Sul-Americana. Por outro lado, o time de Renato fechou sua participação na fase de grupos com 11 pontos, mantendo a liderança da chave.

Início pegado​
Mesmo já classificado para a próxima fase, o Grêmio não queria saber de dar espaços ao time americano. Com isso, além da posse de bola maior para o time brasileiro e uma chance perdida por Orejuela, a marcação dos dois lados era mais forte, o que fez com que a arbitragem, antes do 15 minutos, já tivesse aplicado três cartões, sendo eles um para o Tricolor, com Maicon, além de dois para Segovia e Arrieta, dos colombianos.

Grêmio segue melhor, mas esbarra na marcação
Com o panorama do confronto seguindo da mesma forma, o Imortal buscava a todo momento pressionar o time de Cali. Entretanto, se as jogadas aéreas não estavam funcionando devido à forte marcação rival, por outro lado a equipe de Renato arriscava em chutes como o de Lucas Silva, que levou muito perigo ao gol de Graterol.

Tudo igual no intervalo
Com a reta final de etapa, o Grêmio ainda martelava o sistema defensivo adversário em busca de seu tento. Já por parte do América, a única chegada foi com Vergara, mas a finalização não deu trabalho algum ao goleiro Vanderlei.

Pênalti perdido e castigo
Logo nos primeiros minutos da segunda etapa, Luiz Fernando, que havia acabado de entrar, sofreu o pênalti que poderia tirar o zero do marcador. Porém, na cobrança, Robinho bateu fraco e Graterol fez a defesa.

Na sequência do lance, o Imortal foi penalizado. Após cruzamento de Vergara, Kannemann tentou fazer o desvio e mandou para o próprio gol: 1 a 0.

América melhora e Renato mexe
Embalado pelo gol marcado, a equipe visitante chegou a oferecer perigo nos lances seguintes ao time gaúcho. Com isso, Renato optou por promover mais algumas substituições até meados dos 25 minutos, ganhando força no meio-campo para a frente com as entradas de Thaciano e Everton.

Expulsão de Kannemann e empate no fim
Além do gol contra marcado, de fato, hoje não era dia do zagueiro Kannemann. Na busca pelo tento de igualdade até os minutos finais, o argentino recebeu o segundo cartão amarelo e, com isso, foi expulso.

Porém, quando tudo estava encaminhando para a vitória da equipe de Cali, aos 54 minutos, após pênalti sofrido por Isaque, Diego Souza tratou de igualar tudo na Arena, fechando o placar em 1 a 1.

GRÊMIO 1x1 AMÉRICA DE CALI

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data/Hora: 22 de outubro de 2020, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Fernando Rapallini-ARG
Assistentes: Ezequiel Brailovsky-ARG e Diego Bonfa-ARG
Cartões amarelos: Maicon, Walter Kannemann, Lucas Silva e Thaciano (GRE)/ Arrieta, Marlon Torres, Velasco, Cabrera, Vergara e Segovia (AME)
Cartões vermelhos: Walter Kannemann (GRE)
Gols: Walter Kannemann (contra, aos 7'/2ºT) (AME)/ Diego Souza (aos 54'/2ºT) (GRE)
GRÊMIO: Vanderlei, Victor Ferraz, Pedro Geromel, Walter Kannemann, Diogo Barbosa; Lucas Silva (Isaque, no intervalo), Maicon (Everton, aos 22'/2ºT) e Robinho (Thaciano, aos 22'/2ºT); Orejuela (Luiz Fernando, no intervalo), Pepê (Ferreira, aos 31'/2ºT) e Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho.
AMÉRICA DE CALI: Graterol; Arrieta, Torres, Segovia e Velasco; Paz, Carrascal e Sierra (Jaramillo, aos 29'/2ºT); Moreno (Cabrera, aos 39'/2ºT), Vergara e Pérez (Arias, aos 17'/2ºT). Técnico: Juan Cruz Real.

Com 6 brasileiros, conheça os 16 times que seguem na Libertadores

Últimas