Futebol No sub-17 do São Paulo, filho do zagueiro Miranda fala em construir sua própria história no clube

No sub-17 do São Paulo, filho do zagueiro Miranda fala em construir sua própria história no clube

João Vitor, também defensor, está nas categorias de base do Tricolor e, embora ainda não tenha entrado em campo, quer fazer sua própria história no clube

Lance
Lance

Lance

Lance

A presença de João Vitor, filho do zagueiro Miranda, nos treinos do São Paulo chamou a atenção na última quarta-feira (29). Durante atividades realizadas com o elenco profissional e o time sub-17, o encontro aconteceu. Defendendo as categorias de base do Tricolor, João Vitor quer seguir os caminhos do pai.


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E SIMULE OS JOGOS DO BRASILEIRÃO DE 2021!

Assim como Miranda, João Vitor é um defensor no sub-17 do São Paulo. O jovem chegou junto de seu pai, em março de 2021, mas, até o momento, ainda não jogou nenhuma partida oficial.

Em entrevista à SPFCTV, o defensor falou sobre a sensação de treinar ao lado do pai. O jovem aproveitou para elogiar o capitão do Tricolor.

– É inexplicável, não tenho palavras para descrever. Nem imaginava que isso um dia iria acontecer. Estou muito feliz de poder jogar com ele (Miranda) hoje. Se eu conseguir ser igual ele, vou longe - afirmou João Vitor.

O zagueiro afirmou que, embora seu pai já tenha uma carreira consolidada e seja idolatrado no São Paulo, ele quer construir sua própria história no futebol.

- Entendo que ele tem a história dele, mas quero criar a minha própria aqui - concluiu o jovem.

Miranda também falou sobre o início de carreira do filho e comentou a respeito da experiência de treinar ao seu lado.

– Fico feliz do João Vitor estar em busca dos objetivos dele. Está realizando um sonho, no caminho correto. Mas, aqui ele não é meu filho, é mais um jogador e tem potencial. No São Paulo ele vai aprender, tem que aproveitar cada momento e cada conversa para ajudar ele no futuro – disse o capitão.

Com 16 anos, o zagueiro passou, também, pelas categorias de base do Coritiba, time que revelou Miranda para o futebol. Na Itália, treinou como lateral na base da Inter, mas, no Coxa, foi aconselhado a jogar como zagueiro.

Últimas