Nino cita importância de protesto de Fluminense e Botafogo e projeta final

Equipes entraram em campo com faixa e lançaram manifesto na véspera da partida por conta da retomada do futebol durante a pandemia

Lance

Lance

Lance

Rivais em campo, mas aliados fora dele, Fluminense e Botafogo protestaram antes da semifinal da Taça Rio neste domingo, no Estádio Nilton Santos. Além dos presidentes dos clubes, os jogadores também se manifestaram publicamente contra a retomada do Campeonato Carioca em meio à pandemia do novo coronavírus e as polêmicas que cercaram as últimas semanas. Após a classificação do Tricolor, o zagueiro Nino elogiou a iniciativa com a faixa que dizia "respeitem nossa história".

- Acho bacana. Toda união em prol de um objetivo maior é válida. Fico feliz de dois clubes como Fluminense e Botafogo se unirem por algo tão importante como esse momento que estamos vivendo. Mas no momento que começa o jogo estamos focados em fazer nosso melhor. Ficamos felizes de conseguir a classificação - disse Nino.

Como avançou, o Fluminense agora disputa a final da competição contra o Flamengo, na próxima quarta-feira. Esta é a única forma de o Flu vencer também o Campeonato Carioca, já que o Rubro-Negro foi campeão da Taça Guanabara e líder da classificação geral.

- Quando acabou o jogo hoje o foco já foi todo para quarta-feira. É uma final, uma partida de extrema importância. Vamos focar, recuperar o que tem precisar e nos preparar da melhor maneira para fazer um grande jogo - projetou o zagueiro.

Titular absoluto, Nino teve neste domingo uma mudança na dupla de zaga. Por conta da suspensão de Matheus Ferraz, ele jogou ao lado de Digão. Os dois foram os destaques da partida, com segurança defensiva durante os 90 minutos.

- Jogando ao lado de Digão, Matheus Ferraz ou Luccas Claro fica mais fácil. Feliz pelo segundo jogo sem tomar gol, trabalhamos principalmente para isso, quem está lá atrás. Pudemos ajudar a equipe e fazer nosso melhor - completou.