Mufarrej promete honrarias a Espinosa e declara: ‘Ele merece um título em sua homenagem’

Presidente do Botafogo lamenta morte de ex-treinador e gerente técnico, garante que Valdir se foi como ídolo do clube e que vai lutar por uma conquista em sua honra

Lance

Lance

Lance

Depois de se apresentar na sede da CBF para a divulgação da tabela do próximo Campeonato Brasileiro, Nelson Mufarrej foi direto para General Severiano, local do velório de Valdir Espinosa, que morreu nesta quinta-feira vítima de complicações pós-operatórias. Na sede social do Alvinegro, o presidente do clube lamentou a perda.

- Sempre representou muito desde o campeonato que ele ganhou (Carioca de 1989) que nos trouxe um sentido de alegria muito grande. Ele demonstrou a pessoa que é e agora com o retorno dele para o Botafogo, em dezembro, como diretor técnico, me emocionou muito. Tive a honra de apresentá-lo e depois a gente foi ver a relação dele com os jogadores e a comissão técnica e se tornou um ambiente tão leve, tão bem é tão gostoso da gente conviver. O dia a dia com os jogadores era algo impressionante. É esse legado que o Valdir nos deixou - afirmou.

Valdir Espinosa ocupava a função de gerente técnico do Botafogo. Além da importância pela união do elenco, Nelson Mufarrej afirmou que o ex-dirigente amava trabalhar e, mais ainda, representar o Botafogo.

- É com muita lamentação, Deus quis levá-lo nesse momento. Se ele estivesse aqui, tenho certeza que estaria contente, continuando no seu dia a dia trabalhando no Botafogo, a casa que realmente, no fundo, era o pedido dele. Se Deus tivesse que levá-lo, que fosse no Botafogo. Eu acho que ele ficaria o resto da vida aqui se não tivesse sido interrompido. Todos nós estamos muitos consternados, Valdir Espinosa é um ídolo - ressaltou.

O presidente garantiu que os departamentos responsáveis no clube vão preparar homenagens a Valdir Espinosa em breve. Além disto, quer honrar tudo que o ex-treinador fez pelo Glorioso com um título.

- Nós iremos fazer algumas homenagens lá no Nilton Santos e aqui em General Severiano. Estamos programando, vai ser entregue ao departamento de marketing, comercial, comunicação... toda a diretoria. Tenho certeza que vamos fazer uma homenagem muito bonita porque ele merece isso. O Botafogo hoje se sente muito triste, mas alegre porque ele sempre demonstrou otimismo é particularmente me falava que nós seríamos campeões. Tomara que essas palavras se tornem realidade. Estamos traçando o caminho para oferecer um título a ele. Ele merece um título em sua homenagem - indiciou.