Futebol Maycon celebra vitória do Shakhtar sobre o Real Madrid na Liga dos Campeões: 'Jogo especial'

Maycon celebra vitória do Shakhtar sobre o Real Madrid na Liga dos Campeões: 'Jogo especial'

Volante ex-Corinthians fez grande partida como primeiro volante do time ucraniano e foi fundamental para o triunfo sobre o gigante espanhol, que foi derrotado em casa por 3 a 2

Lance
Lance

Lance

Lance

O Shakhtar Donetsk surpreendeu nesta quarta-feira e bateu o Real Madrid na Espanha, em jogo que marcou a estreia das equipes na fase de grupos da Liga dos Campeões 2020/2021. Recheada de brasileiros, a equipe ucraniana abriu 3 a 0 no primeiro tempo, segurou a pressão dos espanhóis na segunda etapa e, apesar de sofrer dois gols, segurou a vitória fora de casa por 3 a 2.

Um dos responsáveis pelo grande resultado foi Maycon, que atua no Shakhtar desde 2018. Com ótimo desempenho, o brasileiro se tornou peça importante no meio de campo, acertando 51 dos 54 passes que tentou. O camisa 27 comemorou a vitória que traz esperanças de classificação em um grupo que ainda conta com a Inter de Milão:

- Estamos muito felizes, foi um jogo especial. Já sabíamos a qualidade que tinha do outro lado, toda a história na competição e mesmo com as dificuldades soubemos aproveitar as oportunidades que criamos no primeiro tempo, o que foi fundamental no resultado. São três pontos muito importantes, mas é apenas o primeiro passo para atingirmos o objetivo da classificação, na semana que vem temos mais uma decisão - disse.

Em um Shakhtar desfalcado, Maycon atuou como primeiro volante e foi fundamental no segundo tempo, quando o Real Madrid precisava do resultado e pressionou a equipe ucraniana, mostrando estar pronto para fazer a função na equipe de Luis Castro:

- Venho me adaptando bem nessa nova função e hoje tive a felicidade de fazer um bom jogo, mesmo quando fomos mais atacados. Estou à disposição e vou buscar sempre ajudar como puder - finalizou.

Na próxima terça-feira, o Shakhtar Donetsk volta a campo na Liga dos Campeões para tentar surpreender novamente, dessa vez a Inter de Milão, na Ucrânia, a partir das 13h55, horário de Brasília.

Últimas