Futebol Marlon vive expectativa de reestreia e pode ser solução do Fluminense para corrigir erros defensivos

Marlon vive expectativa de reestreia e pode ser solução do Fluminense para corrigir erros defensivos

Jogador cumpriu dois jogos de suspensão após ser contratado

Lance
Lance

Lance

Lance

Após cumprir dois jogos de suspensão por conta de um cartão vermelho recebido quando ainda atuava pelo Monza, da Itália, Marlon vive a expectativa de fazer sua reestreia pelo Fluminense. O defensor foi contratado por empréstimo de um ano e pode entrar em campo contra o Santos, no Sábado (29).
> Confira a classificação do Brasileirão

Contra o Coritiba, o Tricolor das Laranjeiras encontrou algumas dificuldades defensivas, e Felipe Melo também não estava em um bom dia. Além de ter sido responsável por cometer o pênalti que gerou o primeiro gol do Coxa, o camisa 30 também levou um drible de Matheus Bianqui e o meia adversário encontrou Diogo Oliveira livre na área para dar números finais ao duelo.

Na atual temporada, o veterano conseguiu se consolidar na equipe titular ao lado de Nino após um período de desconfiança da torcida. Mas a contratação de Marlon às vésperas do mata-mata da Libertadores aliado ao jogo ruim de Felipe Melo faz com que Marlon fique mais próximo de receber uma oportunidade.

Apesar de ter sido o 4º zagueiro mais utilizado pelo Monza na última temporada, Marlon conseguiu ter bons números nos principais quesitos defensivos da equipe italiana, como desarmes, rebatidas e interceptações. O atleta também cometeu poucas faltas e chega com status alto no atual elenco de Fernando Diniz.

Até os jogos contra Internacional e Flamengo, o Fluminense vinha sofrendo gols há 11 partidas consecutivas e sofreu uma recaída contra o Coritiba, que tem o 6º pior ataque do Brasileirão. O desempenho no Couto Pereira decepcionou os torcedores e deixou a desejar em busca das melhores posições na classificação.

Além disso, a presença de Marlon contra o Santos é importante para que o jogador comece a ganhar ritmo de jogo, uma vez que o zagueiro não entra em campo desde o dia 4 de junho. Caso Diniz pense em entrar com o defensor na Libertadores, sua presença no fim de semana é essencial.

Últimas