Fluminense

Futebol Marcão agradece confiança como técnico do Fluminense e exalta torcida: 'Apoio foi fundamental'

Marcão agradece confiança como técnico do Fluminense e exalta torcida: 'Apoio foi fundamental'

Ídolo do Flu voltará a ser auxiliar, desta vez ao lado do novo técnico, Roger Machado, e exaltou apoio recebido ao longo dos meses no comando

Lance
Lance

Lance

Lance

Depois de assumir o comando do time principal com a saída de Odair Hellmann para os Emirados Árabes, o técnico Marcão se despede do cargo de treinador e voltará a ser auxiliar da comissão técnica permanente. Nas redes sociais, o ídolo do Fluminense agradeceu o apoio recebido ao longo dos quase três meses, além de exaltar a entrega dos jogadores.

> Matheus Ferraz foi o 25º jogador diferente a marcar pelo Fluminense na temporada; veja a lista

- Gratidão por tudo isso. Sempre estive à disposição para vestir essa armadura tricolor. Quis o destino que eu iniciasse essa missão em 1999. E hoje, 22 anos depois, estou aqui, emocionado e feliz com mais uma etapa cumprida com a instituição Fluminense Football Club. Meus agradecimentos ao presidente Mario Bittencourt, ao diretor executivo Paulo Angioni que sempre me deram respaldo e confiança na minha capacidade de trabalhar. Aos jogadores, um grupo espetacular e que me acolheu sempre com carinho e aceitou a minha proposta de trabalho. (...) Ao Odair Hellmann, Mauricio Dulac, Fernando Diniz, Oswaldo de Oliveira e todos os técnicos que tive a honra de ser treinado e/ou trabalhar do lado - escreveu.

- Agora é hora de cumprir mais uma missão. Ajudar mais um ídolo do clube, Roger Machado, que chega cheio de energia e entrega. Tenho certeza que fará e dará o máximo à essas três cores que traduzem tradição. Por último, me estendo ao torcedor tricolor. Esse eu entendo muito. Modéstia à parte. Já compartilhamos muitas vezes o espaço nas arquibancadas, Que sofre, grita, xinga, sorri, chora e vibra. Obrigado. A mais linda do mundo sempre representará bem esses cores. O apoio de vocês foi fundamental para nossos Guerreiros - completou.

VEJA COMO FICOU A TABELA DO BRASILEIRÃO

Marcão deixou o Fluminense como quinto colocado do Campeonato Brasileiro, de volta à Libertadores após oito anos. Por enquanto o Tricolor está está classificado para a fase inicial do torneio, mas ainda pode ir direto à fase de grupos caso o Palmeiras supere o Grêmio na final da Copa do Brasil.

VEJA O TEXTO COMPLETO:

"Gratidão por tudo isso. Sempre estive à disposição para vestir essa armadura tricolor. Quis o destino que eu iniciasse essa missão em 1999. E hoje, 22 anos depois, estou aqui, emocionado e feliz com mais uma etapa cumprida com a instituição Fluminense Football Club. Meus agradecimentos ao presidente Mario Bittencourt, ao diretor executivo Paulo Angioni que sempre me deram respaldo e confiança na minha capacidade de trabalhar. Aos jogadores, um grupo espetacular e que me acolheu sempre com carinho e aceitou a minha proposta de trabalho. Ao staff, comissão técnica, médica, fisioterapia, análise de desempenho, todos maravilhosos que o Fluminense possui. Primeiro mundo. Desde o porteiro ao presidente. Ao Odair Hellmann, Mauricio Dulac, Fernando Diniz, Oswaldo de Oliveira e todos os técnicos que tive a honra de ser treinado e/ou trabalhar do lado. À minha família querida, minha esposa Fabiana, meus filhos Suellen, Lucas e Felipe, meus pais Moacir e Elza, minha irmã Viviane. À imprensa que soube os princípios e entendeu a proposta. Todos. Sem exceção. Agora é hora de cumprir mais uma missão. Ajudar mais um ídolo do clube, Roger Machado, que chega cheio de energia e entrega. Tenho certeza que fará e dará o máximo à essas três cores que traduzem tradição. Por último, me estendo ao torcedor tricolor. Esse eu entendo muito. Modéstia à parte. Já compartilhamos muitas vezes o espaço nas arquibancadas, Que sofre, grita, xinga, sorri, chora e vibra. Obrigado. A mais linda do mundo sempre representará bem esses cores. O apoio de vocês foi fundamental para nossos Guerreiros. "Tmj" família! "Simbora" que vem muito pela frente!"

Últimas