Futebol Maracanã entrega desejo antigo do Flamengo, e líder freia empolgação com gramado: 'Veremos se aguenta'

Maracanã entrega desejo antigo do Flamengo, e líder freia empolgação com gramado: 'Veremos se aguenta'

Ao LANCE!, o CEO Severiano Braga explica que o Maracanã terá características de um "jogo mais rápido" com o novo gramado. Esperançoso, Filipe Luís mantém a cautela a respeito

Lance

Ao longo das últimas temporadas, não foram raras as críticas de jogadores e dirigentes do Flamengo às condições do gramado do Maracanã, que ganhou o título de "pior do Brasil" de Marcos Braz e foi "culpado" pela lesão de Gabigol, por exemplo. Neste sábado, o time da Gávea volta ao estádio, que passou por uma reforma de três meses, com a expectativa de iniciar uma nova era neste aspecto. O desejo do elenco, por ter um campo mais rápido, que favoreça as próprias características, será atendido, disse o CEO Severiano Braga ao LANCE!.

- O que veremos é um modelo de jogo mais rápido. Nosso processo é similar ao da Arena Corinthians. O conceito é o mesmo, mas a grama é diferente. O jogo será bem mais rápido. Os jogadores mais velozes, podemos dizer assim, vão gostar mais de jogar aqui. O jogo será mais rápido - afirmou Severiano Braga, CEO do Estádio do Maracanã. A entrevista completa você confere clicando aqui!

GALERIA: Veja como está o novo gramado do Maracanã para receber Fla e Flu!

Maracanã

Maracanã

Lance

O novo gramado do Maracanã (Foto: Mariana Sá / LANCEPRESS!)

Desde 2019, com o investimento feito no elenco e a implementação de um modelo de jogo baseado na posse de bola, especialmente a partir de Jorge Jesus, a exigência dos jogadores do Flamengo têm sido no sentido de ter um campo mais rápido. Foram várias queixas ao estado do gramado do Maracanã, e elogios a campos bons e desta característica, como a Arena Corinthians.

FALA, LATERA!

Filipe Luís, acostumado aos "tapetes europeus" nos muitos anos de Atlético de Madrid e Chelsea, entre outros clubes, e um dos principais passadores do Flamengo desde 2019, foi um dos porta-vozes deste desejo interno. Em entrevista nesta semana, o lateral-esquerdo mostrou-se cauteloso antes de comemorar a nova condição do gramado do Maracanã, lembrando a dificuldade de manter o campo em boas condições diante de tantos jogos.

- Temos muita esperança, mas vamos passo a passo. Veremos como estará nesse primeiro jogo e se aguenta. O difícil do Maracanã é que jogam dois clubes e várias competições. Aí não adianta. Não há gramado que aguente - afirmou o lateral-esquerdo do Flamengo, ao canal do clube, antes de seguir:

- O gramado faz diferença. Não é desculpa. Quando o gramado está molhado, em ótimas condições, nosso time toca melhor a bola, mais rápido, chega com mais facilidade à área e influencia demais o nosso jogo. Por isso que exigimos tanto um bom gramado. Depois também somos exigidos para jogar bem.

A reforma mais recente do Maracanã durou três meses, iniciando em 10 de dezembro, após a participação de Flamengo e Fluminense no Brasileirão. O gramado híbrido foi instalado e a expectativa é de que resista aos 70 jogos esperados para o ano. Segundo a gestão do estádio, a decisão não foi uma imposição dos clubes, mas, sim, uma medida em conjunto e em observação com o futebol que é disputado atualmente, explicou Severiano ao LANCE!.

- Não solicitaram isso, mas vimos pelo futebol de hoje em dia. O jogo atual é mais rápido. Falamos que entregaríamos um gramado dessa forma e que ele seria de um jogo mais rápido, mas não teve uma imposição. Foi uma conversa entre o Maracanã e os clubes - avaliou Severiano Braga, CEO do Maracanã.

Filipe Luís - Flamengo

Filipe Luís - Flamengo

Lance

Filipe Luís falou sobre o novo gramado (Foto: Benjamim Cremel/AFP)

Últimas