Futebol Maior que uma Libertadores? Veja o que disseram os novos diretores do Corinthians sobre trabalhar no clube

Maior que uma Libertadores? Veja o que disseram os novos diretores do Corinthians sobre trabalhar no clube

Em vídeo divulgado na Corinthians TV, Alessandro, ex-lateral e novo gerente de futebol, e Roberto de Andrade, diretor de futebol, falaram sobre a pressão dos cargos no Timão

Lance
Lance

Lance

Lance

Na gestão de Duílio Monteiro Alves, Alessandro e Roberto de Andrade, rostos conhecidos da torcida corinthiana, ganharam novos cargos na diretoria do clube. O ex-jogador será o gerente de futebol, enquanto o ex-mandatário ocupará o cargo de diretor de futebol.

Sornoza saiu: lembre 15 estrangeiros que tiveram passagem discreta no Timão

Em vídeo divulgado pela Corinthians TV na noite de sábado (9), os dirigentes comentaram sobre a pressão que existe em trabalhar no Corinthians.

- É um desafio muito maior do que jogar uma final de Libertadores ou disputar um Mundial, pode ter certeza disso. Porque o envolvimento de um gestor é muito grande. O gestor está aqui para criar todos os processos do departamento, analisar todas as áreas, e fazer com que o setor acrescente para o atleta. - afirmou Alessandro.

- Tudo é difícil aqui porque os sócios e os torcedores são exigentes, mas é um desafio legal e bacana. Isso aumenta um pouco nossa responsabilidade em relação ao trabalho, mas é muito gratificante quando se tem o retorno de um título. É muito gostoso. - disse Roberto de Andrade.

CORINTHIANS NA LIBERTA? SIMULE O RESTANTE DO BRASILEIRÃO AQUI

Alessandro, que foi capitão nos títulos da Libertadores e Mundial de Clubes em 2012, ressaltou a importância de respeitar todos os profissionais do clube.

- Pro resultado do campo ser importante e vitorioso, é necessário ter um bom relacionamento, desde o primeiro profissional mais modesto, até o presidente. Você precisa não apenas respeitar o profissional, como também fazer que ele contribua com a responsabilidade dele. - falou o novo gerente de futebol.

- A importância do meu porteiro para o atacante é a mesma. A nossa estrutura de futebol precisa ter uma relação humana muito boa. Todos aqui têm noção da sua responsabilidade. - completou o ex-lateral

Presidente do Corinthians entre 2015-2018, Roberto de Andrade apontou a energia negativa no vestiário como um dos fatores que podem levar um clube a não conseguir disputar títulos.

Eu não tenho a fórmula do sucesso, como fazer para chegar ao título. Mas eu sei aquilo que não faz você chegar a um título, que é um ambiente ruim. O ambiente bom é um dos ingredientes que fazem você chegar ao título, mas se não tiver, certeza que você não chega lá. A estrela de todo mundo tem que brilhar ao mesmo tempo. Umas mais, outras menos, mas todas com brilho. -respondeu o novo diretor de futebol.

Últimas