Futebol Lucas Mendes projeta Champions Asiática e avalia temporada no Al Wakrah: 'A minha melhor'

Lucas Mendes projeta Champions Asiática e avalia temporada no Al Wakrah: 'A minha melhor'

Clube terminou em terceiro lugar na Q-League e se classificou para a AFC Champions League

Lance
Lance

Lance

Lance

O zagueiro Lucas Mendes avaliou a última temporada do Al Wakrah e se mostrou bastante satisfeito com o seu desempenho. Consolidado no time do Qatar, o brasileiro soma 20 jogos de titularidade.

Na temporada 2021/2022 o Al-Wakrah foi vice-campeão da Prince Cup, chegou até a semifinal da Emir Cup do Qatar e ficou com a terceira colocação na Q-League, posição que garantiu a classificação para a AFC Champions League. Em 35 jogos foram 19 vitórias, cinco empates e 11 derrotas.

- Sem dúvida nenhuma foi a minha melhor temporada individualmente no Al Wakrah. Consegui mostrar um bom nível e ajudar a equipe a conquistar os objetivos para ficar entre os quatro primeiros e conseguir uma vaga para a Champions League. Ficamos em terceiro colocado e surpreendeu muita gente aqui no Qatar e fico muito feliz de estar desempenhando um bom futebol - afirmou o defensor, que reforçou o foco e determinação do elenco para terem alcançado o objetivo da equipe:

- O clube tem feito um bom trabalho. Mantiveram o treinador, acho que é a quarta ou quinta temporada dele e isso faz muita diferença, ele já conhece bem o grupo. Conseguimos fazer bons jogos e vitórias importantes que nos deixaram brigar na parte de cima da tabela. Acredito também que os jogadores estiveram muito focados, e desde o começo da temporada e gente sabia dos nossos objetivos e do que somos capazes. Fico muito feliz de ter ajudado o grupo - relatou.

Mendes possui experiências anteriores na AFC, quando teve passagens pelo Al-Jaish, onde disputou a semifinal, e no Al-Duhail, que chegou até as quartas de final. O zagueiro conta com essa bagagem para contribuir com a equipe e realizar uma boa campanha na competição.

- Eu já tenho uma experiência com outros times na Champions League da Ásia. Com o Al-Jaish consegui disputar uma semifinal, com o Al-Duhail cheguei nas quartas de final. Eu sei que é uma competição bem difícil, a gente vai precisar de um grupo muito bom, bem focados. São equipes bem difíceis, do Irã, Uzbequistão, da Arábia Saudita, Dubai, e acho que pro Al Wakrah, que a muitos anos não joga, vai ser bem dificil, mas a equipe está preparada. O treinador sabe o que precisa melhorar e as peças que a gente precisa de reforço. Então espero que a gente faça uma boa temporada na Champions League.

Últimas