Luan nega abatimento com revés corintiano: 'Serve como motivação'

Alvinegro perdeu para o Guaraní-PAR por 1 a 0 e precisa vencer por dois gols de diferença na volta, em Itaquera, para avançar de fase na Libertadores

Jogadores do Guaraní comemoram gol da vitória sobre o Corinthians

Jogadores do Guaraní comemoram gol da vitória sobre o Corinthians

JORGE SAENZ/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Um erro da defesa, ao fazer linha de impedimento que resultou no gol adversário, e a falta de pontaria, prejudicaram o Corinthians na noite desta quarta-feira, quando o time perdeu para o Guaraní, por 1 a 0, no Estádio La Nueva Olla, em Assunção, no Paraguai, pela primeira partida da segunda fase da Libertadores, ainda na etapa preliminar da competição continental. Everaldo e Boselli, por exemplo, desperdiçaram chances em que estavam cara a cara com o goleiro Servio. Companheiro deles no sistema ofensivo corintiano, Luan comentou a atuação da equipe após a partida.

"Levamos o gol em uma bobeira no começo do jogo, foi só essa a chance deles. Tivemos chances, poderíamos ter virado o jogo já no primeiro tempo, mas não fizemos o gol. Mas é isso, trabalhar para fazer o gol no próximo jogo. Algumas coisas faltaram no último passe, mas fica como lição. Serve como motivação", disse o atacante.

Os números da partida mostram que o Corinthians teve 72% de posse de bola, que o time finalizou 19 vezes, quatro delas no gol. Nada porém, que livrasse a equipe comandada pelo técnico Tiago Nunes do revés.

"Futebol é bola na rede, é quem faz mais gols. Tivemos oportunidades, ritmo de jogo, conseguimos mostrar nosso futebol, mas o resultado não veio. A equipe se mostrou madura no sentido da busca do resultado, não foi nada loucura. Agora é pensar no jogo do final de semana e, na quarta-feira, com o estádio lotado, buscar o resultado, temos totais condições (de classificação à terceira fase)", opinou o goleiro Cássio.

O jogo de volta, no Itaquerão, será na próxima quarta-feira, dia 12, às 21h30. Para ir à terceira fase, última antes dos grupos, o Timão terá de vencer por dois ou mais gols de diferença. Se devolver o 1 a 0, a decisão será nos pênaltis. 

Antes do jogo decisivo, porém, o Corinthians receberá a Inter de Limeira, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Esta partida, também no Itaquerão, será no próximo domingo, às 16 horas.

Agora vai? Confira motivos para acreditar que Neymar levou jeito