Futebol Liédson visita CT do Corinthians 10 anos após despedida e relembra título com Vítor Pereira

Liédson visita CT do Corinthians 10 anos após despedida e relembra título com Vítor Pereira

Ex-camisa 9 do Timão relembrou seu período no clube e fez elogios ao técnico português

Lance

No dia que completam-se 10 anos da despedida de Liédson, ídolo recente do Corinthians, o ex-atacante visitou o CT Joaquim Grava e reencontrou antigos companheiros e funcionários do clube.

+ GALERIA - Veja chegadas e saída do Corinthians no mercado

- Primeiramente, um abraço à nação corintiana. É um orgulho imenso voltar a minha casa. Voltar a vestir essa camisa, mesmo que simbolicamente. É um orgulho voltar a vestir essa camisa. Clube que levo para o resto da vida, sou um torcedor fanático, que sofre. Voltar aqui é sempre bom - afirmou.

No dia 8 de julho de 2012, o então camisa 9 fez sua última partida pelo Timão contra o Sport, na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro. Levezinho fez o gol corintiano no empate por 1 a 1 com os pernambucanos, encerrando sua segunda passagem no clube do Parque São Jorge.

- Fui tão feliz no Corinthians que todas as lembranças foram importantes na minha vida. Título do Brasileiro, Libertadores. A minha chegada foi o que mais marcou nessa segunda passagem. Eu cheguei em um domingo à tarde, fiz os exames na segunda, terça concentrei e fiz dois gols na minha reestreia, contra o Ituano. Ficou marcado pelo pouco tempo, estava entrosado, bem ambientado no clube e conseguimos a vitória. Me marcou positivamente - revelou.

Seu primeiro ciclo no clube do Parque São Jorge foi curto, mas efetivo. Uma das principais contratações do Timão em 2003, ele atuou apenas no primeiro semestre, mas teve tempo de ser campeão paulista. Na ocasião, marcou 22 gols em 38 jogos até ser vendido para o Sporting, de Portugal.

+ TABELA - Simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

Curiosamente, Liédson jogou sob o comando de Vítor Pereira, atual treinador do Timão. A dupla conquistou o Campeonato Português no Porto, algo que o atacante almejava desde o início de sua carreira. Além de elogiar Vítor, Levezinho disse estar na torcida pelo sucesso o técnico lusitano no Corinthians.

- Ironia do destino, joguei sete anos e meio no Sporting e não consegui ser campeão nacional. Joguei seis meses no Porto, com o Vítor Pereira, e fui campeão. Joguei pouco, até pela minha dificuldade física, mas os minutos que joguei fui bem tratado. O Vitor Pereira é uma pessoa maravilhosa. Estou torcendo não só pelo sucesso do Corinthians como do Vítor Pereira - comentou.

Liédson deixou uma mensagem de apoio ao clube e afirmou ser mais um membro do 'Bando de Loucos'.

- Que continue fazendo o trabalho que vem fazendo. Quando se fala em torcer e apoiar, essa torcida é incondicional, não tem o que reclamar. Dizer a eles que agora ajuda junto com eles na arquibancada. Mais um para o Bando de Loucos.

Somando as duas passagens de Levezinho no Parque São Jorge, ele somou 111 jogos e 50 gols, conquistando o Paulistão de 2003, o Brasileirão em 2011, além da Libertadores em 2012.

Liédson - Corinthians CT

Liédson - Corinthians CT

Lance

Liédson no CT Joaquim Grava (Foto: Reprodução / Corinthians TV)

Últimas