Futebol Júnior Santos se despede do Botafogo e do Sanfrecce Hiroshima: 'Grato demais pela oportunidade'

Júnior Santos se despede do Botafogo e do Sanfrecce Hiroshima: 'Grato demais pela oportunidade'

Atacante utilizou sua rede social para postar uma menagem de despedida de ambos os clubes e irá definir seu futuro para a temporada...

Lance
Lance

Lance

Lance

Depois de não conseguir estender seu empréstimo com o Botafogo, Júnior Santos publicou uma mensagem de despedida em sua rede social. No entanto, surpreendeu ao se despedir tanto do Glorioso, quanto do Sanfrecce Hiroshima. Sendo assim, o jogador irá definir seu futuro nos próximos dias.

+ Confira as movimentações do Botafogo no mercado na bola no Vaivém do L!


Desde o fim do ano passado, ambas as partes iniciaram as conversas, porém estiveram longe de um acordo. O plano do clube japonês era conseguir uma transferência definitiva, visto que o atleta tinha apenas mais um ano de contrato. Contudo, o atleta não permanecerá em ambos os clubes para 2023.

Cabe salientar que Júnior Santos chegou por empréstimo ao Botafogo no segundo semestre deste ano para reforçar o setor ofensivo. No entanto, o jogador pode atuar tanto como centroavante, quanto pelos lados. Desse modo, tornou-se titular do técnico Luís Castro, atuando na ponta direita, como segundo atacante e também como centroavante.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Carioca

Ao longo do último ano, Júnior Santos marcou um gol e deu duas assistências em 15 rodadas do Brasileirão. Sob o comando de Luís Castro, o atacante foi titular na maioria das partidas desde que chegou por empréstimo.

Confira a despedida de Júnior Santos

Hoje é dia de me despedir de dois clubes que só tenho a agradecer por tudo que vivi. Ao Sanfrecce Hiroshima, clube que mais atuei no Japão, obrigado por tudo. O carinho do torcedor é especial e vou levar eternamente em meu coração. Foram muitos aprendizados, feliz em ter ajudado com gols e muita dedicação.

Ao Botafogo, grato demais pela oportunidade e por abrir as portas para que eu voltasse ao Brasil. Vivemos grandes momentos em um semestre frenético e rápido, conseguindo manter o clube na Série A, que é onde sempre deve estar. Busquei me entregar ao máximo, tive meu nome ovacionado nas arquibancadas e nunca vou me esquecer disso. Deixei meu máximo em todos os jogos e saio com o sentimento de dever cumprido.

Obrigado, Sanfrecce!!!
Obrigado, Fogão!!!

Últimas