Futebol Joia boliviana, Miguel Terceros impressiona e é promovido ao Sub-23 do Santos

Joia boliviana, Miguel Terceros impressiona e é promovido ao Sub-23 do Santos

Garoto tem apenas 16 anos, está no Peixe desde o final de 2018 e impressiona técnicos

Lance
Lance

Lance

Lance

O Santos e o garoto Miguel Terceiros contam os dias para 24 de abril de 2022. Nesta data, o garoto irá completar 18 anos e poderá, enfim, ser registrado pelo clube. Atualmente com 16 anos, Miguel atua como meia, está ganhando destaque nas categorias de base do Peixe e já foi promovido ao time Sub-23, comandado pelo ex-goleiro Edinho.

> Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

O meia chegou ao Brasil no final de 2018 e se destacou em uma Copinha Sub-14, promovida pela Federação Paulista. Em 2019, também chamou a atenção na Copa Nike Sub-15. Por não estar registrado pelo clube, ele não pode participar de competições oficiais, como o Paulista e o Brasileiro. A Fifa veta transferências internacionais de jogadores menores de 18 anos.

Miguel Terceros foi descoberto em um projeto de Santa Cruz de La Sierra, que tinha como objetivo qualificar jogadores bolivianos de olho na Copa de 2022. O meia chegou aos Santos ao lado do zagueiro Cristian e do atacante Enzo. Eles estão no clube na condição de intercambistas. O atacante faz parte da equipe sub-20.

Miguel segue o caminho natural para ser um dos destaques da seleção principal da Bolívia. Em 2019, enfrentou Kaiky Fernandes e Ângelo no Sul-Americano Sub-15 e já é convocado para a Seleção Sub-20, mesmo com apenas 16 anos. No Santos, já vestiu a mítica camisa 10.

O jogador já recebeu ofertas para trocar de clube. Porém, fã do atacante Neymar, Miguel sonha com a possibilidade de chegar ao profissional no clube em que seu ídolo e o Rei Pelé atuaram.

- É um grande orgulho estar em um clube tão grande no Brasil, é um orgulho para um boliviano estar aqui. Sempre sonhei em jogar no clube em que eles (Pelé e Neymar) atuaram. Tenho que agradecer aos treinadores pela oportunidade. É uma forma de incentivar o futebol boliviano a crescer e mostrar que a Bolívia tem talento - afirmou o jogador ao LANCE!/DIÁRIO, em 2019.

Últimas