Futebol Jogador acusado de racismo diz: 'O que aconteceu foi um circo'

Jogador acusado de racismo diz: 'O que aconteceu foi um circo'

Diakhaby, do Valencia, acusou Juan Cala, do Cádiz, de chamá-lo de 'negro de m****' após uma dividida dentro da área. Jogador francês abandonou o terreno de jogo

Lance
Lance

Lance

Lance

Após ser acusado por Diakhaby de chamá-lo de "negro de m****", Juan Cala se pronunciou nesta terça-feira. O jogador do Cádiz afirmou que está tranquilo por nunca ter insultado racialmente o adversário francês e disse que a situação virou um circo.

- Não sei o motivo do Diakhaby ter atuado assim. Eu tento acalmá-lo e dizer que não falei aquilo e aí vejo todo o espetáculo formado. Ou Diakhaby inventou ou entendeu errado quando eu disse "me deixa em paz". Tudo se converteu em um circo quando poderia ter sido mais fácil.

> Veja a tabela da La Liga

O defensor também revelou ser favorável a existência de um protocolo contra o racismo, mas disse que toda acusação tem que ter provas.

- Se há um protocolo para assuntos racistas, aqui tem meu apoio, mas quando for acusar, comprove. Estou contra o racismo. Parece que estamos no Oeste, não existe presunção de inocência. Isso não é normal.

Após a confusão, os jogadores do Valencia abandonaram o gramado do jogo ainda na primeira etapa e os atletas do Cádiz foram para o túnel dos vestiários em sequência. A partida recomeçou poucos minutos depois e o time de Juan Cala venceu o duelo por 2 a 1.

Últimas