Futebol Jô marca gol 200 do Corinthians na Arena pelo Brasileiro e chega a artilharia do clube no Século XXI

Jô marca gol 200 do Corinthians na Arena pelo Brasileiro e chega a artilharia do clube no Século XXI

Atacante foi às redes contra o Sport e também está a um gol de se juntar a Romero como atleta com mais gols no estádio corintiano

Lance
Lance

Lance

Lance

Após protagonizar uma polêmica no último fim de semana, por usar uma chuteira de tom verde, no empate em 0 a 0 entre Bahia e Corinthians, o atacante Jô deu a volta por cima na vitória do Timão por 2 a 1 contra o Sport, nesta quinta-feira (24), que lhe rendeu algumas marcas pessoais.

O segundo tento contra o Leão da Ilha, aos sete minutos do segundo tempo, foi o de número 200 do Alvinegro na Neo Química Arena, juntou o camisa 77 a Dentinho como artilheiro do corintiano no Século XXI e o deixou a um de Romero, como atleta com mais gols no estádio em Itaquera.

Jô marcou o seu 55º gol com a camisa do Corinthians, sendo 26 deles na Neo Química Arena.

>> Baixe o novo app de resultados do LANCE!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os jogos do Corinthians

A partida contra o Sport marcou a segunda consecutiva do centroavante como titular sob o comando do técnico Sylvinho. Reserva nas seis primeiras partidas do treinador pelo Timão, o atleta ficou de fora da derrota para o Red Bull Bragantino, por 2 a 1, em Itaquera, na última semana, por conta de uma lesão na panturrilha, mas voltou ganhando espaço no time.

– Com o Jô, nós tivemos uma conversa, assim que ele se colocou à disposição. Vocês sabem que o Jô ficou fora de um jogo, um intervalo de dois três dias fazendo fisioterapia, se resguardando e voltou, voltou para o elenco, uma coisa bem rápida, para reduzir a área de atuação dele, trazer, buscar e tirar o melhor desse atleta – disse Sylvinho em entrevista coletiva virtual, após a vitória contra o Sport.

E a avaliação do treinador foi positiva com essa entrada do atacante à equipe titular.

– Onde ele poder dar o melhor para a gente, muita retenção de bola, oxigenando um pouco o time, o meio-campo, fazendo a defesa sair, um atleta experiente, que entendeu perfeitamente, e sabe que isso vai produzir, vai dar para ele uma condição de ajudar o time e ser ajudado, é isso que tem acontecido, vem ocorrendo esse entendimento do atleta, a serviço do time, tem sido aproveitado, estou feliz pelo atleta e sempre pelo grupo – destacou o técnico.

Jô estava há quase um mês se marcar gols. O último, havia sido no dia 26 de maio, na goleada corintiana por 4 a 0, sobre o River Plate (PAR), na última rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Últimas