Futebol Jean Mota fala sobre Peres, propostas, e elogia diretoria atual

Jean Mota fala sobre Peres, propostas, e elogia diretoria atual

Meia viveu grande fase com Sampaoli, voltou ao banco, pensou em sair, mas hoje é considerado peça fundamental no esquema de Diniz. Suspenso, não joga neste domingo

Lance
Lance

Lance

Lance

O meia Jean Mota ganhou a titularidade no Santos recentemente. Em outro momento do jogador no clube, o camisa 41 também viveu uma boa fase, mas acabou voltou ao banco de reservas, o que causou estranheza.

Em uma entrevista em 2019, após derrota no clássico para o São Paulo, por 3 a 2, o jogador desabafou, dizendo que não sabia se a atua direção santista, na época liderada por José Carlos Peres, contava com ele, e comentou sobre "coisas lá dentro de bastidores" que não passam pelo atleta. O jogador se referia a propostas de outros times pelo seu futebol.

Em entrevista exclusiva ao Diário do Peixe, o jogador relembrou esse momento, falou das propostas que recebeu, mas entende, hoje, que aquele momento não era o mais correto para falar sobre o tema.

"Desde 2017 surgem propostas para mim, algumas eu sabia, outras eu ficava sabendo só depois, outras nem chegavam para mim, e isso me deixava triste. Depois de um clássico eu fui infeliz em dar uma entrevista falando que não sabia se a diretoria contava comigo, mais por conta disso, de chegar proposta e o presidente não conversar comigo, não saber qual a intenção, meus planos, e simplesmente deixar, não aceitar, e não falar nada para mim. Mas ali eu entendi também que era um momento inoportuno, depois de um clássico, tínhamos perdido e deveríamos resolver internamente", disse Jean Mota.

Nesta temporada, o Santos recebeu uma proposta do Alanyaspor, da Turquia, pelo meia. A intenção da equipe turca era contar com o jogador em definitivo. A direção santista, por sua vez, recusou a proposta. Mas, segundo Jean mota, a negociação foi conduzida de forma correta.

Baixe o app do Lance! e tenha a tabela do Brasileirão nas mãos

“Sim, era uma proposta boa para mim, mas para o clube não era interessante. Mas como falei, conversamos. Aqui o presidente está sempre em diálogo. É outra gestão, são outras pessoas, são verdadeiros, estão sempre ali dando informações, entendendo seu lado, lado do clube. Isso facilita muito”, completou.

Confira entrevista completa com Jean Mota no Canal do Diário do Peixe, no Youtube.

Últimas