Campeonato Brasileiro

Futebol Invicto contra gaúchos, São Paulo pega Grêmio e depois Juventude

Invicto contra gaúchos, São Paulo pega Grêmio e depois Juventude

Time obteve três vitórias e um empate diante de rivais do Sul e defenderá bom retrospecto nas próximas duas rodadas

Lance
São Paulo, de Gabriel Sara, defende bom retrospecto contra gaúchos no Brasileirão 2021

São Paulo, de Gabriel Sara, defende bom retrospecto contra gaúchos no Brasileirão 2021

Lance

Prestes a enfrentar o Grêmio nesta quinta-feira (2), às 20h, em Porto Alegre, e em seguida o Juventude, na segunda, às 19h, no Morumbi, o São Paulo defenderá nestes dois confrontos o bom retrospecto que teve até aqui contra clubes gaúchos nesta edição do Campeonato Brasileiro. Em quatro duelos com rivais do Sul na competição, o Tricolor conquistou três vitórias e um empate, sendo que marcou seis gols e foi vazado por apenas duas vezes nesses jogos.

O primeiro encontro com um adversário gaúcho neste Brasileiro aconteceu no dia 7 de julho, quando a equipe são-paulina venceu por 2 a 0, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, com gols de Rigoni e Igor Gomes, pela 10ª rodada. Depois disso, em 14 de agosto, o time paulista sofreu, mas aproveitou o fator campo ao bater o Grêmio por 2 a 1, no Morumbi, graças a um novo gol de Igor Gomes, este feito nos acréscimos do segundo tempo, aos 47 minutos, pela 16ª rodada.

Neste confronto no estádio tricolor, Vitor Bueno abriu o placar para o São Paulo cobrando uma falta no primeiro tempo, no qual Vanderson empatou para o Colorado, balançando as redes também desta forma em lance de bola parada.

E na 18ª e penúltima jornada do turno inicial do Campeonato Brasileiro a equipe são-paulina empatou por 1 a 1 com o Juventude, no dia 29 de agosto, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, onde o resultado acabou tendo sabor amargo para os visitantes, apesar do ponto que trouxe na bagagem.



No jogo, o Tricolor abriu vantagem com Reinaldo convertendo um pênalti aos 39 minutos da etapa final, mas deixou escapar o triunfo aos 45, quando Ricardo Bueno aproveitou bobeada da zaga após uma cobrança de falta, recebeu a bola com liberdade e finalizou para balançar as redes.

E vale lembrar que nessas três partidas o São Paulo foi comandado pelo técnico Hernán Crespo, que acabaria demitido do cargo em 13 de outubro, o mesmo dia em que Rogério Ceni substituiu o argentino e já comandou um primeiro treino no Morumbi, onde 24 horas depois o time empatou por 1 a 1 com o Ceará.

E, no fim daquele mesmo mês, o Tricolor derrotou o Internacional por 1 a 0, atuando também em seu estádio, no dia 31 de outubro, pela 29ª rodada do Brasileirão. Naquela ocasião, Gabriel Sara marcou o único gol do jogo, no início do primeiro tempo, e os anfitriões poderiam ter vencido por uma vantagem maior, pois desperdiçaram várias chances ofensivas. Porém, o resultado assegurou mais três pontos, que então deixaram o time de Ceni em 11º lugar.

No reencontro desta quinta-feira com o Grêmio, o São Paulo irá a campo em Porto Alegre ocupando a 12ª colocação, com 45 pontos, e em busca de uma vitória para se livrar de vez do risco de rebaixamento à Série B. O Bahia, com 40 pontos, hoje encabeça a zona de risco da tabela, na 17ª posição, e enfrenta o líder Atlético-MG em outro confronto desta quinta, às 18h, em Salvador.

Essa partida em solo baiano é um duelo atrasado da 32ª rodada e, caso o Galo vença, garantirá o seu segundo título brasileiro e consequentemente ajudará o Tricolor nesta sua briga para permanecer na elite ao mesmo tempo em que a equipe tenta garantir uma vaga na pré-Libertadores nas três rodadas finais.

O Juventude, por sua vez, reencontrará o São Paulo no Morumbi na próxima segunda-feira depois de realizar duas partidas nesta semana. O time venceu o Red Bull Bragantino por 1 a 0, na noite da última terça-feira, em Caxias do Sul, onde subiu para a 14ª posição, com 43 pontos, e na sexta encara o Fortaleza, no Castelão, na capital cearene, em novo desafio na sua luta contra o descenso.

Já o Grêmio, em 18º e antepenúltimo lugar, voltará a encarar o São Paulo, desta vez em uma situação desesperadora, pois tem apenas 36 pontos e está seis atrás do Athletico-PR, o 16º, logo acima da zona do rebaixamento. Com isso, corre o risco de ver o Tricolor paulista deixá-lo muito perto de cair à Série B, pois terá apenas mais dois duelos a disputar na reta final: pega o Corinthians no domingo, em São Paulo, e o Atlético-MG, no dia 9, na capital gaúcha.

Confira os resultados e os dois últimos jogos do Tricolor contra rivais gaúchos:

7/7 - Internacional 0 x 2 São Paulo, no Beira-Rio - 10ª rodada;
14/8 - São Paulo 2 x 1 Grêmio, no Morumbi - 16ª rodada;
29/8 - Juventude 1 x 1 São Paulo, no Alfredo Jaconi - 18ª rodada;
31/10 - São Paulo 1 x 0 Internacional, no Morumbi - 29ª rodada;
2/11 - 20h - Grêmio x São Paulo, na Arena do Grêmio - 35ª rodada; e
6/11 - 19h - São Paulo x Juventude, no Morumbi - 37ª rodada.

De Maradona a Ronaldinho: veja craques que foram à falência

Últimas