Futebol Interação com a torcida e raça até o final: como foi a estreia de Yuri Alberto pelo Corinthians

Interação com a torcida e raça até o final: como foi a estreia de Yuri Alberto pelo Corinthians

Atacante atuou como titular pelo Timão contra o Coritiba e chamou a atenção pela dedicação em campo

Lance
Lance

Lance

Lance

Três semanas após ser anunciado de forma oficial, Yuri Alberto estreou pelo Corinthians na vitória por 3 a 1 sobre o Coritiba, pela 18ª rodada do Brasileirão.

+ GALERIA - Crias do Terrão decidem para o Corinthians; veja notas

Antes da bola rolar já era possível perceber a expectativa da Fiel para ver o novo reforço em campo. Quando a escalação dos titulares foi anunciada nos auto-falantes da Arena, Yuri foi um dos mais ovacionados.

Em campo, foi possível ver que o atacante estava não apenas em sintonia com a torcida, como também com seus companheiros. O camisa 7 foi um dos destaques do Timão no primeiro tempo, participando de triangulações, pressionando a defesa adversária e puxando contra-ataques.

Yuri, que rasgou elogios ao comportamento da torcida durante a partida, parecia sentir positivamente o apoio dos quase 40 mil corintianos em Itaquera. Após uma de suas finalizações ter sido bloqueada para escanteio, ele se dirigiu aos torcedores no setor sul da Arena pedindo para que cantassem mais alto, e a torcida atendeu ao pedido, aumentando o volume nas arquibancadas.

No primeiro tempo, ele ficava como referência na área, e pela movimentação e espaço que Róger Guedes causava no lado esquerdo, caia em alguns momentos para o setor do camisa 9.

+ TABELA - Veja datas e simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

Mapa de Calor - Footstats - Yuri Alberto - Corinthians x Coritiba

Mapa de Calor - Footstats - Yuri Alberto - Corinthians x Coritiba

Lance

Mapa de calor de Yuri contra o Coritiba (Foto: Reprodução / Footstats)

Aos 35 minutos, a dedicação de Yuri Alberto causou impacto no placar. O atacante não desistiu de uma jogada que parecia perdida, recuperou a bola de Guillermo de lo Santos e cruzou na área. Ele contou com o erro de Castan e uma chapada certeira de Róger Guedes, que inaugurou o marcador.

No segundo tempo, especialmente após a saída do autor do primeiro gol corintiano, Yuri ficou mais centralizado. Como era o único atacante de ofício em campo, mudou o seu posicionamento na marcação.

Se antes ele recuava junto aos meias para fechar a marcação, ele passou a ser o primeiro homem a pressionar a linha defensiva do Coxa.

Segundo o Footstats, o camisa 7 terminou a partida com sete chutes (maior número entre os jogadores do Corinthians), duas assistências para finalizações e apenas um passe errado de 18 tentados.

Sua contribuição ofensiva mostrou o calibre do jogador que é, mas foi nos minutos finais que a Fiel pôde ver que além da qualidade técnica, ele se destaca também pela entrega em campo.

Aos 47 minutos do segundo, já com a vitória sacramentada e o placar decidido, Yuri Alberto deu uma carrinho na lateral do campo na tentativa de recuperar a bola de um jogador do Coxa. A demonstração de raça nos minutos finais aliado ao desempenho em campo foi um bom cartão de visitas do centroavante para o torcedor.

Últimas