Futebol Imprensa alemã detona seleção após derrota para a Polônia: 'Crise sem fim'

Imprensa alemã detona seleção após derrota para a Polônia: 'Crise sem fim'

Alemanha venceu apenas um jogo após a Copa do Mundo no Qatar; seleção vem de duas eliminações em fases de grupos em Mundiais

Lance
Lance

Lance

Lance

A imprensa alemã repercutiu negativamente a derrota da seleção tetracampeã mundial nesta sexta-feira, em amistoso contra a Polônia. Os comandados de Hansi Flick perderam por 1 a 0 e somam apenas uma vitória no pós-Copa do Mundo, contra o Peru.

O tradicional jornal "BILD" fez duras críticas ao treinador Hansi Flick, o qual o definiu como "teimoso". O principal motivo para as fortes declarações do periódico em relação ao técnico são suas constantes mudanças nas escalações da Alemanha, que impedem a equipe de ter entrosamento.

+ 10% OFF nos mantos internacionais a partir de R$299,90 com o cupom: LANCEFUT

- Flick traz nove novos jogadores, incluindo Can atrás de Kimmich. Teimoso, ele continua a insistir na linha de três defensores. Desta vez, o estreante Thiaw, do Milan, e Kehrer defendem ao lado de Rüdiger. Inacreditável que o estreante internacional Thiaw seja o nosso melhor defensor e o único vencedor deste jogo - escreveu o "BILD".

+ Alemanha joga mal, para em Szczesny e perde para a Polônia em amistoso

O "Der Spiegel" escreveu que a crise institucional vivida pela "Die Mannschaft" chegou ao seu auge com a derrota nesta sexta. O periódico também pontuou as mudanças feitas por Flick, que optou por escalar uma equipe diferente da que entrou em campo no empate por 3 a 3 contra a Ucrânia.

- Crise sem fim. Revés contra a Bélgica, empate contra a Ucrânia, derrota para a Polônia. A tendência é de queda para a seleção alemã um ano antes do início da Euro em casa. Flick trouxe nove novos jogadores, apenas o líder da defesa Antonio Rüdiger e Joshua Kimmich começaram há quatro dias em Bremen. Malick Thiaw, do Milan, fez sua estreia internacional - pontuou o "Der Spiegel".

Últimas