Histórico recente no Dérbi é trunfo do Timão para reverter cenário adverso

Corinthians entra em campo nesta quarta-feira precisando vencer o rival para continuar vivo no Paulistão. Torcedores viram o time se superar nesses momentos nos últimos anos

Lance

Lance

Lance

A situação do Corinthians no Paulistão não é fácil e para tentar reverter esse cenário adverso terá pela frente o Palmeiras, nesta quarta-feira, na Arena, às 21h30, pela 11ª rodada da competição. Para continuar vivo na disputa, o único resultado possível é uma vitória contra o maior rival, que está tranquilo na tabela do campeonato. No entanto, em um passado bem recente, o torcedor corintiano já viu o seu time se superar justamente contra o mesmo adversário.

São muitos os exemplos na história do Dérbi em que a equipe teoricamente mais fragilizada e em pior fase, leva vantagem em cima daquela que, naquele momento, está mais sólida e em melhor fase. Mas em especial os alvinegros passaram por casos que se parecem demais com a situação atual e isso pode inspirar o elenco a buscar uma complicada classificação para o mata-mata.

Não é necessário voltar muito longe na memória, basta lembrar do ano de 2017. O Palmeiras, atual campeão brasileiro, reforçou ainda mais um elenco já estrelado, enquanto o Corinthians, a quarta força, vinha de um 2016 ruim e apostava no novato Fábio Carille para comandar o time, e em Jô, rodeado de desconfiança, para ser o homem-gol corintiano naquela temporada.

No primeiro Dérbi do ano, marcado para a Arena do Timão, o cenário era de amplo favoritismo alviverde, mas isso só ficou na teoria. Já que os donos da casa superaram um erro grave de arbitragem, que deixou a equipe injustamente com um homem a menos, e venceram o rival, com um gol no fim do jogo, marcado pelo iluminado Jô, que havia acabado de entrar em campo. Aquele triunfo foi essencial para os dois títulos que ainda viriam na temporada.

Mas o ano de 2017 ainda reservaria mais uma superação corintiana, outra vez na Arena de Itaquera. O Corinthians era líder do Brasileirão, porém vinha de apenas duas vitórias nos últimos dez jogos que havia disputado na competição. Enquanto o Palmeiras estava em ascensão e mostrava que tomar a ponta do rival seria questão de tempo, principalmente pela má fase alvinegra.

Na véspera do clássico, a Fiel invadiu a Arena para incentivar os jogadores e 32 mil corintianos estiveram presentes nas arquibancadas. Foi o gás necessário para o Timão entrar em campo com a faca nos dentes. Tanto é que com 30 minutos os mandantes já tinham uma vantagem de 2 a 0. Mina diminui pouco depois, mas Jô, em seguida, marcou o terceiro. Moisés ainda descontou, porém o cenário adverso já havia sido revertido e título alvinegro ficou mais próximo.

Treino do Corinthians na Arena

Treino do Corinthians na Arena

Lance

Torcida lotou Arena em treino(Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Para finalizar a memória recente, a lembrança daquela que talvez seja uma das mais deliciosas conquistas da história do Corinthians: o Paulistão de 2018. Após quase duas décadas, os rivais voltavam a se encontrar em uma decisão, e como se tornou praxe nos últimos anos, o Palmeiras era o grande favorito no confronto. No primeiro jogo da final, na Arena, o time de Roger Machado fez valer o favoritismo e venceu por 1 a 0 com gol de Borja.

No jogo seguinte, no Allianz Parque, o Verdão só precisaria de um empate para gritar "é campeão" em cima do rival. Tudo indicava que os palmeirenses iriam curtir a festa que já parecia montada. No entanto, o Timão não demorou muito a calar o estádio rival com um gol de Rodriguinho, que levou a decisão para os pênaltis. Mesmo diante de arquibancadas lotadas de torcedores alviverdes, os corintianos levaram a melhor nas penalidades e festejaram o título paulista.

Corinthians - Campeão Paulista 2018

Corinthians - Campeão Paulista 2018

Lance

Corinthians foi campeão no Allianz Parque (Foto: Divulgação)

Agora, em 2020, nesta retomada do futebol após a pandemia de coronavírus, o momento não vale título e o Palmeiras não tem amplo favoritismo, mas tem uma situação confortável no estadual, com a segunda melhora campanha na tabela geral. Enquanto isso, o Timão tem cenário delicado para conquistar uma vaga nas quartas de final, já que precisa vencer suas duas partidas restantes na fase de grupos e torcer para o Guarani não pontuar nessas rodadas finais.

No entanto, mesmo se essa combinação de resultados não vier e a eliminação seja sacramentada, um triunfo nesta quarta-feira, às 21h30, na Arena Corinthians, pode trazer tranquilidade para os jogadores e para a comissão técnica de Tiago Nunes trabalharem para ficarem mais fortes nas competições que ainda estão por vir, como o Brasileirão e a Copa do Brasil.