Futebol Gustavo Mosquito é destaque do Corinthians na Era Mancini

Gustavo Mosquito é destaque do Corinthians na Era Mancini

Atacante é quem mais participa de gols; fez um contra o São Paulo e somou sua nona participação em tentos 

Lance
Gustavo iniciou no banco contra o São Paulo

Gustavo iniciou no banco contra o São Paulo

Lance

O clássico contra o São Paulo, apesar do empate em 2 a 2, trouxe novas perspectivas para o Corinthians, tanto no aspecto individual, quanto no coletivo. Uma delas foi o gol de Gustavo Mosquito, peça importante do elenco de Vagner Mancini, treinador com o qual se tornou o jogador que mais participou dos tentos do time nesse período de 40 jogos e quase sete meses.

Alternando entre a reserva e a titularidade nos últimos tempos, Mosquito foi um dos principais trunfos do treinador desde a sua chegada ao clube. Não é à toa que seus números chamam a atenção na comparação com os companheiros de elenco, mesmo sem ser absoluto no 11 inicial recentemente.

Ao todo, nessas 40 partidas com Mancini, Mosquito marcou seis gols e deu três assistências, totalizando nove participações entre os 48 tentos anotados nesse período sob o comando do técnico. Ele, inclusive, se igualou a Mateus Vital na artilharia levando em consideração esses quase sete meses de gestão.

Vital era também quem estava empatado com Mosquito no ranking de participações. Com um começo de temporada excelente, o meia logo alcançou a liderança, mas uma artroscopia no joelho direito impediu o crescimento dali em diante. Recuperado, ele deve voltar a rivalizar com o companheiro nesse quesito, já que Cazares, outro concorrente próximo, foi para o Fluminense.

Gustavo Mosquito começou na reserva diante do São Paulo, no último domingo e deve continuar como opção para Vagner Mancini contra o Sport Huancayo-PER, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana, mas pelo caráter decisivo que mostra sob o comando do treinador, pode pintar como opção.

Confira o ranking de participações em gols com Vagner Mancini:

1) Mosquito - 9 (6 gols e 3 assistências)
2) Mateus Vital - 8 (6 gols, 1 assistência e 1 pênalti sofrido)
3) Cazares - 7 (2 gols e 5 assistências) - já deixou o clube
4) Jô - 6 (5 gols e 1 assistência)
5) Fagner - 6 (2 gols, 3 assistências e 1 pênalti sofrido)

Últimas