Futebol Guardiola lamenta racismo contra Vini Jr e dispara: 'Não sou otimista conhecendo a Espanha'

Guardiola lamenta racismo contra Vini Jr e dispara: 'Não sou otimista conhecendo a Espanha'

Técnico do Manchester City condenou os atos: 'Temos que aceitar a diversidade como seres humanos, mas estamos muito longe disso'

Lance
Resumindo a Notícia
  • Pep Guardiola nasceu na Espanha e não acredita que o público mudará em ralação ao racismo.

  • 'Há muitos negros dando passo à frente para defender o que não deveriam ter que defender.'

Guardiola falou com a imprensa nesta sexta-feira

Guardiola falou com a imprensa nesta sexta-feira

Lance

Técnico do Manchester City, Pep Guardiola lamentou os recentes episódios de racismo sofridos por Vinícius Jr. e afirmou que não acredita em uma mudança de comportamento do público espanhol. Em uma entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (26), o comandante fez duras críticas contra a sociedade do país em que nasceu.

"Pensar que somos melhores que nossos vizinhos, que somos melhores que o outro. Nossos antepassados vêm de imigrantes, guerras, ditaduras e têm que sair de seus países. Formar famílias ali e voltar de onde voltaram. O problema é que há racismo em todas as partes. Não só na Espanha com Vini Jr. Acreditar que nossa língua é melhor que a outra, que nosso país é melhor que o outro... Temos que aceitar a diversidade como seres humanos, mas estamos muito longe disso. Não sou tão otimista, ainda mais conhecendo a Espanha, em que isso vá passar. Há muitos negros dando um passo à frente para defender o que não deveriam ter que defender."

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram

No último domingo (21), Vini Jr. foi alvo de diversos insultos racistas por parte dos torcedores do Valencia, tanto fora quanto dentro do estádio Mestalla.

O jogador chegou a paralisar a partida ao discutir com uma pessoa presente na arquibancada e fez duras críticas contra a LaLiga nas redes sociais, e o caso gerou repercussão mundial.

O brasileiro foi homenageado pelo Real Madrid e pelos torcedores presentes no Santiago Bernabéu no duelo contra o Rayo Vallecano, na última quarta-feira (24).

Além disso, Javier Tebas, presidente da LaLiga, pediu mais autonomia para poder combater o racismo nos estádios espanhóis.

Veja as homenagens que Vini Jr recebeu do Real Madrid em primeiro jogo após caso de racismo

Últimas