Futebol Giuliano elogia diretoria do Corinthians, faz apelo para a torcida e avisa: 'Não sou salvador da pátria'

Giuliano elogia diretoria do Corinthians, faz apelo para a torcida e avisa: 'Não sou salvador da pátria'

Atleta elogiou o trabalho administrativo do clube, reconheceu pressão, mas ressaltou que é 'movido por desafios'

Lance
Lance

Lance

Lance

Primeiro reforço do Corinthians na temporada, Giuliano tem sob si uma grande expectativa. O meia foi apresentado nesta quarta-feira (4) pelo clube, já está registrado no BID e deve estrear neste domingo (8), contra o Santos, na Vila Belmiro, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, o jogador garante que não é ‘Salvador da Pátria’.

O time corintiano vive um momento de instabilidade, oscilando no Brasileirão, única competição que disputa no momento. Ainda assim, o novo membro do ‘Bando de Loucos’ sabe que sozinho não conseguirá virar a fase da equipe.

>> Baixe o app de resultados do LANCE!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

- A gente chega para ajudar. Acredito que com nossa experiência e qualidade, aquilo que podemos produzir, a gente vem para ajudar muito a equipe. Não existe salvador da pátria, porque o futebol é coletivo, onde você depende dos companheiros. A melhor equipe normalmente vence. Bons jogadores individualmente decidem uma, duas partidas, mas não conseguem vencer competições. Precisa de grupo. Não há salvador da pátria, há atletas que se dedicam – disse o jogador na sua primeira entrevista coletiva pelo Time do Povo.

Ainda assim, o anseio da nação corintiana pela estreia de Giuliano, não faz o jogador sentir a pressão. Mas, sim, é um reconhecimento pela sua carreira, garante o próprio atleta.

- Fico feliz, porque é um reconhecimento do meu trabalho. Se estou gerando expectativa tão grande, tão boa, é que eu fiz algo certo na minha carreira. Mas vai ter cobrança, é do futebol, se eu não quisesse cobrança não viria para o Corinthians.

Inclusive, o novo camisa 11 corintiano se diz ‘movido por desafios’.

- Eu sou movido a desafios e isso me motiva muito, pressão grande vou ser muito cobrado para entrar em campo, passei por mercados alternativos em que a cobrança não era tão grande, mas a minha satisfação não era a mesma, estou num clube que vai me cobrar muito, mas também vai apoiar. Com bom trabalho e desempenho o torcedor vai estar ao meu lado e as coisas vão acontecer.

Confiança na diretoria

Giuliano foi o primeiro contratado pelo Corinthians em sete meses. A situação financeira do clube é delicada, com um montante de dívidas próximo a R$ 1 bilhão. Ainda assim, Giuliano se sente confiante no ajuste administrativo do clube.

- Eu acho que o Corinthians está muito melhor organizado do que vocês da imprensa imaginam, estão acreditando no trabalho, contratações para reforçar, aumentar a qualidade para o torcedor. Acredito no trabalho, na administração, potencial da equipe, jogadores jovens, de qualidade, alguns jogadores experientes e precisamos de tempo e paciência para engrenar.

Aos 31 anos, o meia já treina com bola no Timão há duas semanas, está registrado no BID e tem tudo para ser relacionado para o clássico contra o Santos, neste domingo (8), às 16h, pela 15ª rodada do Brasileirão, na Vila Belmiro.

Últimas