Futebol Gabigol é denunciado e pode pegar até seis partidas de suspensão

Gabigol é denunciado e pode pegar até seis partidas de suspensão

O atacante do Flamengo foi enquadrado duas vezes no artigo 258, §2º,II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta quinta-feira, Gabigol, do Flamengo, foi denunciado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva por chamar o futebol brasileiro de "várzea". O fato aconteceu logo após a expulsão na partida contra o Internacional, no Maracanã, válida pela 15ª rodada do Brasileirão. Como pena, o jogador pode ficar de fora por até seis jogos da competição.

VEJA A NOTA PUBLICADA PELO STJD

O atleta Gabriel Barbosa será julgado no dia 17 de setembro, sexta-feira, pela Quinta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol. O atacante do Flamengo foi expulso no jogo com o Internacional, em 8 de agosto, e responderá por conduta contrária à disciplina ou à ética, duas vezes. A sessão virtual está agendada para às 10h e terá transmissão ao vivo no site do STJD do Futebol.



Aos 17 minutos da etapa final, Gabigol recebeu o segundo cartão amarelo por bater palmas, diversas vezes, em direção ao árbitro. Enquanto deixava o campo de jogo, o atacante rubro-negro ainda disse: “isso é uma piada! Por isso que o futebol brasileiro é essa várzea!”, palavras que foram ouvidas pelo assistente número um.

A Procuradoria enquadrou Gabriel duas vezes no artigo 258, §2º,II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Art. 258 - Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva;
§2º,inciso II, desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões.
PENA: suspensão de uma a seis partidas.

“Este fato também se revela de extrema gravidade porque foi direcionado ao quarto árbitro da partida e com o nítido propósito de expor os profissionais à retaliação pública, eis que próximo das câmeras da televisão e de captação de áudio. A frase do denunciado, ao indicar que o futebol brasileiro é uma várzea por causa dos juízes de futebol, ofende toda a categoria e deve ser severamente punido por este órgão judicante”, sustenta a Procuradoria na peça acusatória.

Chamado de gordo, Neymar tira a camisa e volta a questionar críticos

Últimas