Fortaleza vence o Independiente, mas está fora da Sul-Americana

Rojo perdia a vaga até os minutos finais quando conseguiu o gol que silenciou o estádio do Castelão

Lance

Lance

Lance

O Independiente-ARG está na segunda fase da Copa Sul-Americana. No Castelão, o Rojo perdia do Fortaleza por 2 a 0 até aos 47 minutos da etapa final, quando Bustos balançou a rede e colocou o time argentino na próxima fase do torneio continental.

O confronto

Como era esperado, o Fortaleza iniciou a partida em alta velocidade e tentava envolver a marcação do Independiente, que buscava amarrar o jogo de todas as maneiras.

A principal válvula de escape do Leão era Osvaldo. Com habilidade e velocidade, o atacante deixava a zaga argentina na saudade e só parava quando sofria pancada. Em uma delas, Bustos derrubou o baixinho na área e o árbitro deu pênalti. Na cobrança, Juninho abriu o placar.

Nos minutos finais cada time teve uma chance. A primeira foi do Fortaleza. Romarinho aproveitou a sobra na grande área e testou. Bem colocado, Campaña defendeu. Pouco depois foi a vez do Rojo. Leandro Fernández soltou a bomba e Felipe Alves salvou.

No segundo tempo o confronto ficou mais aberto. Osvaldo permanecia endiabrado e por três vezes, em jogada individual, quase ampliou. Na melhor delas, o atacante bateu em cima do goleiro.

A resposta do Rojo foi com Leandro Fernández, que no contra-ataque teve a chance do empate e chutou para boa defesa de Felipe Alves.

Referência do ataque brasileiro, David teve duas ótimas chances. Na primeira, ele ganhou do zagueiro e tocou na saída de Campaña. Franco se recuperou e salvou. Pouco depois, Osvaldo cruzou na medida e o camisa 17 foi prensado na hora do chute.

Na casa dos 33 minutos o gol do alívio Tricolor. Em bela jogada da esquerda, Gabriel Dias cruzou para trás e achou Marlon, que havia acabado de entrar, bater de primeira e estufar as redes, 2 a 0.

No prejuízo, o Independiente resolveu buscar o gol da classificação e foi premiado aos 47 minutos. Bustos puxou a marcação e cruzou, a bola pegou no marcador e enganou Felipe Alves, 2 a 1 e vaga do Rojo.

Corinthians deve mais que o dobro do que qualquer outro time à União