Futebol Fornecedora de material não renovará contrato com Özil por questões políticas, revela jornal

Fornecedora de material não renovará contrato com Özil por questões políticas, revela jornal

Relação do jogador com Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, seria o motivo pela decisão da não renovação. Adidas não concorda com posições do governante turco

Lance
Lance

Lance

Lance

O meia Mesut Özil, do Arsenal, não terá o contrato de patrocínio com a Adidas renovado, segundo o jornal "Bild". O vínculo, que vai até o fim desta temporada, rende 3,5 milhões de euros (quase R$ 20 milhões) ao jogador por ano.

Segundo a publicação, a decisão de não renovar o contrato do jogador é por questão política, já que o meia é assumidamente amigo pessoal de Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, que tem colocado em prática políticas autoritárias no país. A marca alemã não concorda com tais posições e prefere não ter mais parceria com o jogador.

Não é a primeira vez que o jogador se envolve em polêmica por conta da relação com o presidente turco. Em dezembro, os dois criticaram a China por conta de abusos contra a comunidade islâmica na região de Xinjiang. Por consequência, a televisão estatal do país asiático deixou de transmitir o jogo entre Arsenal e Manchester City, pelo Campeonato Inglês. Özil também excluído da versão chinesa do jogo eletrônico Pro Evolution Soccer (PES).

Últimas