Forlán comenta sobre coronavírus e fala sobre carreira de técnico

Uruguaio, que se aposentou em agosto do ano passado, assumiu o comando do Peñarol para esta temporada. Ex-jogador está de quarentena em Montevidéu

Lance

Lance

Lance

Craque da Copa do Mundo de 2010, o ex-atacante Diego Forlán comentou a respeito do coronavírus. Em entrevista, via videoconferência, à agência de notícias "Efe", o uruguaio pediu que as pessoas respeitem às autoridades.

- A única vacina que temos até agora é ficar em casa. Temos que aprender com o que estamos vivenciando - afirmou o ex-jogador.

Sobre sua quarentena, Forlán disse como tem passado os dias em sua casa, em Montevidéu, na capital uruguaia, e que tem aproveitado o momento com seus filhos.

- Bem, eu sou muito caseiro. Eu tenho espaço em casa, então não posso reclamar. Sou privilegiado, tenho espaço e tenho academia em casa. Então posso me exercitar, posso correr nos fundos. Nesse sentido, tenho que me exercitar e exercitar as crianças. Também estávamos entrando na piscina, mas o tempo mudou e ficou complicado. Mas isso não importa, faremos outras coisas - afirmou.

Hoje treinador do Peñarol, Diego contou como tem sido a experiência à beira do gramado. É o primeiro clube que ele assume na função.

- Quando eu pensava no futuro, o que eu ia fazer, sempre me vi ligado ao futebol. Não me pergunte se como treinador, diretor de esportes ou em outras áreas. Mas a verdade em que eu trabalhei, estudei e preparei foi a possibilidade de ser treinador e a verdade que chamou minha atenção. Estar perto, estar em grupo, estar no campo é algo a que estamos acostumados e gostamos. Eu pensei que iria gostar e a verdade é que eu gosto muito mais, mesmo que você tenha seus momentos amargos, mas isso também aconteceu comigo como jogador. Estou feliz, tive um ótimo grupo de pessoas, ótimos profissionais e ótimas pessoas.