Futebol Fluminense lamenta morte do filho de Arce, técnico do Cerro Porteño, em acidente

Fluminense lamenta morte do filho de Arce, técnico do Cerro Porteño, em acidente

Clubes se enfrentam na próxima terça-feira, pelo jogo de volta das oitavas da Libertadores; Alexandro Javier Arce sofreu acidente de carro no Paraguai

Lance
Lance

Lance

Lance

Uma triste notícia marcou o noticiário do Cerro Porteño na manhã deste domingo. Alexandro Javier Arce, de 20 anos, filho de Francisco Arce, treinador do time paraguaio, sofreu um grave acidente de carro e não resistiu aos ferimentos. O próprio clube confirmou a notícia através das redes sociais. O Fluminense, que recebe a equipe na próxima terça-feira, lamentou a morte do jovem.

- O Fluminense Football Club lamenta profundamente o falecimento de Alexsandro Javier Arce, filho de "Chiqui" Arce, técnico do Cerro Porteño, em um acidente automobilístico no Paraguai. O clube deseja muita força aos familiares e amigos neste momento tão difícil - escreveu o clube tricolor.

Veja todos os confrontos da Libertadores

A batida aconteceu em Luque. De acordo com a imprensa local, por volta de 6h30 (horário local), o veículo onde Alexandro estava acertou em cheio uma árvore à beira da estrada Silvio Pettirossi, em frente ao Parque Ñu Guasu. Os bombeiros chegaram rapidamente ao local, mas a vítima já se encontrava sem sinais vitais. Francisco Arce teria sido chamado ao local, onde reconheceu o corpo do filho.

O ex-jogador de Palmeiras e Grêmio prepara a equipe para o jogo de volta das oitavas de final da Libertadores, na terça, no Maracanã. Na ida, o Flu venceu por 2 a 0.

Últimas