Fluminense empata com Ceará e perde oportunidade de entrar no G4

Com gol no acréscimos, Tricolor busca empate em partida pouco inspirada da equipe

Fluminense conseguiu empate no último minuto contra Ceará

Fluminense conseguiu empate no último minuto contra Ceará

Lance

Em partida pouco inspirada, Fluminense buscou o empate com Ceará em 2 a 2, neste sábado, no Maracanã, e perdeu a oportunidade de entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro. Em seu primeiro gol como profissional, Luiz Henrique abriu o placar e Danilo Barcelos Barcelos empatou no fim. Hudson, contra, e Vina marcaram os gols do Ceará.

Com o resultado, o Fluminense caiu para sexta posição no Brasileirão, com os 26 pontos conquistados. A equipe de Odair Hellmann volta aos gramados no próximo domingo, diante do Santos, às 16h, no Maracanã. O Ceará é o 12º colocado com 19 pontos na tabela.

Primeiro gol da joia

A partida começou agitada no Maracanã. Logo no primeiro minuto de jogo, Fred já garantiu a primeira finalização para o Fluminense. Após um corte mal feito da zaga do Ceará, o camisa 9 arriscou um chute forte de fora da área e assustou o goleiro Fernando Prass.

A pressão tricolor continuou. Aos 9, Julião fez boa jogada pela direita e cruzou na área. Nenê deixou a bola passar, mas Fred acabou furando na hora do chute.

Na jogada seguinte, aos 12, o Tricolor conseguiu abrir o placar. Em boa troca de passes entre Nenê, André e Danilo Barcelos, o lateral-esquerdo conseguiu um belo cruzamento para Luiz Henrique.

O jovem chegou cabeceando e a bola entrou no ângulo de Prass para abrir o placar com um golaço. Foi o primeiro gol de Luiz Henrique como profissional.

Flu recua e Ceará empata

Após conseguir a vantagem no placar, o Fluminense recuou muito e deu campo para o Ceará jogar. Aos 25, o Vozão assustou pela primeira vez. Após o cruzamento de Fabinho, Igor Julião cortou muito mal e Fernando Sobral acabou finalizando para fora. A equipe de Odair Hellmann parou de jogar, e não conseguiu criar jogadas após o gol marcado. Aos 40 minutos, o Vozão chegou ao empate. Após cobrança de escanteio, Charles desviou na primeira trave, a bola pegou no volante Hudson e acabou entrando no gol de Muriel.

Vozão domina

Com mais posse de bola e mais finalizações, o Ceará terminou melhor que o Fluminense no primeiro tempo e Odair precisou mudar no intervalo. Autor do gol contra, Hudson saiu para a entrada do atacante Caio Paulista.

Apesar das mudanças ofensivas, o Ceará continuou dominando a partida. Logo aos 2 minutos, Leo Chu fez boa jogada individual, chutou forte e a bola passou raspando a trave de Muriel.

Aos 10, Leo Chu cruzou, a zaga do Fluminense tirou mal e Vina chutou forte por cima do gol.

Aos 20, Vina faz outra boa jogada e a bola sobra para Leo Chu. O atacante finalizou forte, mas Muriel fez boa defesa para salvar o clube carioca.

Lei do Ex

O Ceará seguia melhor na partida e Odair Hellmann promoveu novas mudanças na equipe. Ganso e Marcos Paulo entraram na partida no lugar de Nenê e Luiz Henrique. Com gás novo em campo, o Fluminense conseguiu voltar a assustar.

Aos 27 minutos, Ganso bateu o escanteio e Digão desviou com perigo de cabeça, mas a bola passou ao lado do gol de Prass. Após o breve bom momento na partida, um erro individual custou caro ao Fluminense.

Aos 32, Digão saiu jogando errado e foi desarmado por Vina. O atacante do Ceará arrancou, driblou Muriel e virou o jogo para o Vozão, com direito a 'Lei do ex'. Na finalização, Vina acabou se machucando e foi substituído.

Empate no fim

O Fluminense foi para o tudo ou nada e viu o Ceará desperdiçar muitas oportunidades de matar o jogo nos contra-ataques. De forma desorganizada, mas sem desistir, o Tricolor chegou ao empate no fim.

Aos 46, Caio Paulista cruzou, Fred escorou de cabeça e Danilo Barcelos marcou o gol de empate do Fluminense no apagar das luzes do Maracanã.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 2 X 2 CEARÁ


Data/Hora: 17/10/2020, às 19h
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)
Árbitro de vídeo: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Gramado: Ruim
Cartão Amarelo: Tiago e Pedro (CEA) / André, Igor Julião e Digão (FLU)
Cartão Vermelho: -

GOL: Luiz Henrique 12' 1ºT (1-0) / Hudson 40' 1ºT (1-1) / Vina 32' 2ºT (1-2) / Danilo Barcelos 46' 2ºT (2-2)

FLUMINENSE: Muriel, Igor Julião, Nino, Digão e Danilo Barcelos; Dodi, Hudson (Caio Paulista - Intervalo) e Yago Felipe (André 2' 1ºT ((Felippe Cardoso 38' 2ºT)); Nenê (Ganso 21' 2ºT), Luiz Henrique (Marcos Paulo 21' 2ºT) e Fred; Técnico: Odair Hellmann

CEARÁ: Fernando Prass, Fabinho, Tiago Pagnussat, Eduardo Brock, Bruno Pacheco; Charles, Pedro Naressi (Leandro Carvalho 25' 2ºT) , Vina (Lima 35' 2ºT); Fernando Sobral, Léo Chú (Kelvyn 35' 2ºT) e Rafael Sobis (Cléber 25' 2ºT). Técnico: Guto Ferreira