Fluminense: Comissão da Conmebol reduz pena de Rodolfo e revoga multa

Goleiro ficará dois anos afastado do futebol, mas será liberado para voltar a treinar em 23 de março de 2021; ele foi pego no doping em maio do ano passado

Lance

Lance

Lance

O goleiro Rodolfo, do Fluminense, conseguiu a redução da pena em um ano e a revogação da multa de US$ 20 mil em recurso na câmara de apelação da Conmebol. O jogador está suspenso após testar positivo para o uso de cocaína. Ele foi pego no exame antidoping no jogo de 23 de maio do ano passado, depois da vitória por 4 a 1 sobre o Atlético Nacional (COL), pela Sul-Americana.

O pedido do recurso havia sido feito no dia 23 de abril. Pela decisão, o goleiro seria liberado para voltar a treinar em 23 de março de 2021. A informação foi dada inicialmente pelo "Globo Esporte".

A suspensão original era de três anos, agora reduzida para dois. A decisão também anulou a obrigação do jogador submeter-se a controles mensais de dopagem.

Aos 29 anos, Rodolfo tem contrato com o Fluminense até 31 de dezembro de 2021. No jogo em que foi pego, ele ficou no banco como reserva de Agenor. O goleiro abriu mão do exame de contraprova. Em 2012, o arqueiro já havia sido flagrado quando atuava pelo Athletico-PR e foi suspenso por dois anos.