Futebol Fluminense busca primeira vitória com público e precisa melhorar no Maracanã por Libertadores

Fluminense busca primeira vitória com público e precisa melhorar no Maracanã por Libertadores

Tricolor tem uma derrota e um empate desde o retorno do público ao Maracanã e tenta se aproximar do G6 no clássico com o Flamengo

Lance
Lance

Lance

Lance

O Fluminense se prepara para disputar o último clássico da temporada. Neste sábado, o Tricolor encara o Flamengo no Maracanã, às 19h, em jogo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com torcida dividida pela primeira vez na competição, o time de Marcão vai em busca da primeira vitória em casa desde o retorno do público após uma derrota e um empate. E a melhora da campanha como mandante pode ser um passo importante rumo à classificação para a Libertadores.

A campanha visando o retorno à competição continental não é a mais regular. Entre sequências vitoriosas, mas também de derrotas, o Fluminense está em oitavo e tenta encostar no G6 novamente. Um dos fatores é também a incerteza do fator casa. Em outubro, a equipe ainda não venceu nos duelos no Maracanã. Com 20 pontos em 13 jogos, o Fluminense é o 10° melhor mandante do Brasileiro, e acumula cinco vitórias, cinco empates e três derrotas.

Veja a tabela do Brasileirão

Nos últimos anos, o rendimento em casa ajudou a traduzir a campanha do Flu. Na última temporada, quando retornou à Libertadores, o Tricolor foi o terceiro melhor mandante. Já nos anos anteriores, com brigas contra o rebaixamento, a equipe foi mal. Outra expectativa é com relação à presença do público. Contra o Fortaleza, o Flu teve 3.231 pessoas presentes e teve prejuízo. Já diante do Atlético-GO foram apenas 2.200. Para o clássico, foram apenas 20 mil ingressos à venda para as duas torcidas.

RETROSPECTO

Na última temporada, com a terceira melhor campanha como mandante, o Flu conquistou 38 pontos em 19 partidas, com 11 vitórias, cinco empates e três derrotas. Este foi o melhor rendimento dos últimos anos com folga. Em 2019, o Tricolor fez só 25 pontos em casa, com seis vitórias, sete empates e seis derrotas, ficando em 16º entre os 20 clubes. Já em 2018, o Fluminense apareceu em 14º, com 32 pontos em nove vitórias, cinco empates e cinco derrotas.

Em 2017, o Flu foi o 13º melhor mandante, com 27 pontos feitos em casa, sendo sete vitórias, seis empates e seis derrotas. O Tricolor ficou em 14º em 2016, quando fez 30 pontos com oito triunfos, seis empates e cinco derrotas. Já em 2015, o segunda melhor campanha até o momento, o Fluminense foi o 9°, com 33 pontos, 10 vitórias, três empates e seis derrotas.

O CLÁSSICO

Ainda sem comemorar uma vitória junto da torcida, o Fla-Flu 435 é marcado também pela ansiedade do elenco, que deseja passar confiança aos tricolores para a reta final do Brasileiro.

- Estávamos há muito tempo sem o torcedor no estádio, mas com todos os protocolos já estão voltando. Bateu um pouco de ansiedade, queríamos mostrar tudo que estávamos fazendo e não conseguimos, isso de certa forma vai frustrando também. Mas a minha expectativa é sempre a melhor. Torcedor nos apoiando em um Fla-Flu é um sonho. Espero que a gente possa fazer um grande jogo - disse o volante Yago Felipe.

Porém, mesmo que o Flu conquiste os três pontos, a briga pela classificação permanece nos mesmos termos. Em 8° na tabela, o clube só poderia passar o 7° colocado na próxima rodada, uma vez que o Corinthians tem 40 pontos. Mesmo assim, vencer em casa é imprescindível na matemática da Libertadores.

Até o final do Brasileiro, o Fluminense enfrenta apenas mais cinco adversários: Sport, Palmeiras, América-MG, Internacional, Chapecoense, que encerra a competição. Contando com o apoio da torcida, são 15 pontos mais fáceis de serem conquistados que antes.

*Estagiária sob a supervisão de Luiza Sá

Últimas