Flamengo recorre a empréstimo de R$ 40 milhões e busca renegociações

Linha de crédito pré-aprovada será utilizada pela diretoria da Gávea diante dos impactos da pandemia do coronavírus nas finanças do clube

Flamengo, de Landin, perdeu dois patrocinadores

Flamengo, de Landin, perdeu dois patrocinadores

Lance

Os impactos da pandemia do coronavírus fizeram a diretoria do Flamengo recorrer a um empréstimo no valor de R$ 40 milhões junto ao Banco Santander. A linha de crédito, com juros baixos, já estava pré-aprovada e em "stand by", de acordo com o demonstrativo financeiro do clube de 2019.

A informação foi inicialmente publicada pelo jornalista Gustavo Henrique.

O empréstimo acontece em momento que as finanças do clube foram impactadas com o rompimento do patrocínio da Azeite Royal e o não recebimento do valor acordado com a fornecedora de material esportivo Adidas. Juntos, nestes casos, o Flamengo deixou de arrecadar R$ 11,3 milhões.

Diante deste cenário, o Flamengo também não fez os repasses referentes às compras do zagueiro Léo Pereira, ao Athletico, e do atacante Thiago, ao Naútico. A direção do Gávea, contudo, está em contato com os representantes dos clubes buscando renegociar os termos por conta da pandemia da covid-19.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Eles disseram 'sim'? Como Família Neymar reagiu ao namoro da mãe