Futebol Fim de jejum sem vitórias, tabela e moral: quais são os focos do São Paulo no duelo com o Bragantino?

Fim de jejum sem vitórias, tabela e moral: quais são os focos do São Paulo no duelo com o Bragantino?

Após garantir classificação na Copa Sul-Americana, o Tricolor paulista volta seus olhares para o Campeonato Brasileiro - onde não vive uma boa fase e  'evita repeteco' de 2021

Lance
Lance

Lance

Lance

A última semana foi de grande alívio para o São Paulo. Após eliminar o Ceará em uma disputa de pênaltis na Arena Castelão, o Tricolor garantiu sua vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana. Porém, agora os olhares da equipe se voltam para outro ponto: o Campeonato Brasileiro.

Galeria
> ATUAÇÕES: Patrick cumpre papel de herói e coloca o São Paulo na semifinal da Sul-Americana

Tabela
> Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os resultados

Diferente do que está sendo visto nas Copas, a situação da equipe no Campeonato Brasileiro não é das melhores. Longe dos líderes na tabela da competição e vivendo um jejum sem vitórias, o confronto deste domingo (14), contra o Red Bull Bragantino, chega com algumas metas em mente.

O São Paulo, até o momento, tem 26 pontos somados. O Massa Bruta vive uma situação um pouco melhor, com 30 pontos e mais próximo dos seis primeiros colocados.

O encontro, que acontece no estádio do Morumbi, chega com algumas responsabilidades 'nas costas' do Tricolor.

>>> Assine o Premiere no Prime Video e acompanhe todas as emoções do seu clube no Brasileirão<<<

Fim de jejum sem vitórias na competição
​Sair com um resultado positivo contra a equipe de Bragança não será somente uma vitória comum para o São Paulo, mas sim o fim de um ciclo que acompanha a equipe desde a 16ª rodada.

Há seis partidas, o Tricolor paulista não consegue sair com os três pontos. Neste meio tempo, foram quatro empates e duas derrotas. O último jogo que venceu pelo Brasileirão foi contra o Atlético-GO, no começo de julho, onde a partida terminou em 2 a 1 para a equipe de Ceni.

Além disso, uma vitória também melhoraria o quesito que diz sobre a alta quantidade de empates que o time guardou na competição até o momento. Neste ano, foram onze empates, cinco derrotas e apenas cinco vitórias.

O São Paulo também vive um jejum de dois meses sem vencer pelo Brasileiro no estádio do Morumbi. A última vitória foi há quase dois meses, contra o América-MG, pela 11ª rodada - que terminou em 1 a 0 no placar, com gol de Patrick.

Melhorar situação na tabela e evitar chance de 'repeteco' de 2021
E lógico: esta sequência de empates e a falta de derrotas iria refletir na situação da equipe na tabela. Como dito antes, o São Paulo conta com 26 pontos somados. Porém, o que preocupa é a distância dos primeiros colocados - que têm quase dez pontos a mais.

O medo é de repetir as cenas aterrorizantes que o Tricolor vivenciou no último ano. Se de um lado, está com uma boa diferença dos primeiros colocados, do outro, está com uma certa proximidade dos últimos. Por exemplo, há somente cinco pontos de diferença entre o São Paulo e o Fortaleza - que está na zona de rebaixamento.

Em 2021, a situação vivida pelo São Paulo assustou. O time que nunca foi rebaixado - em toda a sua história - chegou perto de vivenciar um dos seus maiores pesadelos.

Ano passado, na 21ª rodada, a equipe estava com a mesma quantidade de pontos que apresenta atualmente: 26. Apenas na penúltima rodada, após uma vitória por 3 a 1 contra o Juventude, o clube conseguiu garantir mais um ano em 'segurança' na série A.

Somando o Brasileiro do último ano e as 21 rodadas de 2022, em 59 jogos, foram 16 vitórias, 26 empates e 17 derrotas. Isto é, 41,8% de aproveitamento - nem metade.

Um bom resultado em cima do Red Bull Bragantino afastaria um pouco esse temor de repetir os passos da última temporada - uma vez que o Tricolor somaria 29 pontos e ficaria mais próximo de equipes que apresentam uma situação bem melhor.

Manter a moral que ergueu nas Copas
​Ao tratar a situação do São Paulo no Campeonato Brasileiro e nas duas outras competições que está vivo - no caso, na Copa Sul-Americana e na Copa do Brasil - uma nova discussão surge: o Brasileirão deixou de ser prioridade?

Na última semana, o Tricolor paulista se classificou para as semifinais do continental ao eliminar o Ceará na Arena Castelão, depois de passar por uma disputa de pênaltis. Porém, se pelo lado do Brasileiro vive um jejum de vitórias no Morumbi, na Sul-Americana foi diferente.

A equipe de Ceni chegou à casa do rival com a vantagem de um gol - adquirido justamente no Cícero Pompeu de Toledo. Algo idêntico aconteceu contra o América-MG, pela Copa do Brasil.

Mesmo que o jogo de volta aconteça na próxima semana, chegará com a vantagem para resolver as quartas de final - com um gol marcado em casa também.

Todavia, tanto Rogério Ceni quanto jogadores do elenco descartaram que o Campeonato Brasileiro 'tenha sido deixado de lado' em virtude das outras competições.

– Hoje estamos em uma situação de meio de tabela já ficando apertado. Temos um jogo em casa e não temos o tempo de recuperação igual ao do Bragantino, mas vamos fazer um time competitivo para enfrentá-los - disse Rogério Ceni durante a coletiva de imprensa após eliminar o Ceará.

Na reapresentação da equipe, na sexta-feira (12), Patrick também ressaltou a importância de retornar o foco para a competição nacional.

- É virar a chave. Já estamos há um bom tempo sem vencer no Campeonato Brasileiro. É virar a chave e saber da responsabilidade que a gente tem na competição. Buscar a vitória no Brasileiro - disse o camisa 88.

Assim, sair com a vitória em casa será um bom fator para reerguer a moral do Tricolor na competição, além de deixar o time em uma situação ainda mais tranquila e 'respirando' em paz.

O duelo deste domingo (14) acontece às 16h, no estádio do Morumbi.

Últimas