Futebol Fernando Lázaro se diz frustrado com eliminação e critica atuação: 'Não fizemos um grande jogo'

Fernando Lázaro se diz frustrado com eliminação e critica atuação: 'Não fizemos um grande jogo'

Timão buscou o empate mas foi eliminado nos pênaltis pelo Ituano na Neo Química Arena

Lance
Lance

Lance

Lance

O Corinthians foi eliminado pelo Ituano na tarde deste domingo (12), na Neo Química Arena, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. A partida terminou empatada em 1 a 1 no tempo regulamentar, mas nos pênaltis o time de Itú converteu sete cobranças — contra seis do Timão — e conquistou a vaga na semifinal do Paulistão. Em entrevista coletiva após a eliminação, o técnico Fernando Lázaro falou sobre a atuação da sua equipe, reiterando o sentimento de frustação.

Ao longo de toda a fase de grupos do estadual, o Ituano lutou para não ser rebaixado e conseguiu a sobrevivência na última rodada. A última vitória diante do Timão foi em 2007, por 2 a 1, ainda no Pacaembu. Mesmo com o retrospecto negativo, foi até a casa do Corinthians e surpreendeu, desclassificando um dos favoritos ao título do estadual.

- Sentimento de frustração. Sentimento nosso e do torcedor, sabendo da nossa responsabilidade e da nossa expectativa criada. Não conseguimos fazer um grande jogo. Com méritos do adversário, tivemos dificuldade na nossa casa, não tivemos eficiência. O segundo tempo foi melhor que o primeiro, tivemos oportunidade de virar, mas saímos tristes e entendendo o sentimento da Fiél - disse o treinador do Corinthians.

Além disso, Fernando Lázaro reconheceu a dificuldade do Timão na partida, especialmente no primeiro tempo, e afirmou que vários aspectos serão melhorados para que o Corinthians se torne uma equipe consistente.

- Precisamos melhorar em alguns aspectos e vamos buscar isso. A consistência leva tempo e repetição, a gente tem evoluído, tem melhorado e tem que melhorar mais. Tivemos dificuldade no início do jogo. O adversário buscou neutralizar alguns pontos da nossa equipe. Não conseguimos ter uma efetividade na nossa dinâmica de construção. Sabíamos que o adversário buscaria o contra-ataque, mas não conseguimos ter o início de jogo que vínhamos tendo e que precisávamos nessa decisão.

Com a eliminação precoce no Paulistão, o Timão só volta a campo no dia 15 de abril diante do Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro. Dessa forma, o Corinthians vai ficar quase um mês sem jogar e o técnico do Alvinegro também comentou sobre esse cenário.

- A gente conhece a realidade, os momentos ruins fazem parte e tem que ser de aprendizagem. Claro que esse tempo longo sem jogar é um cenário ruim, no futebol dar a resposta é só dentro de campo, mas é um tempo que vamos continuar trabalhando para voltar fortalecidos. Momento de fortalecimento, falar pouco trabalhar muito para que a resposta venha dentro de campo - finalizou Fernando Lázaro.

Últimas