Fernando Diniz elogia jovens e garante utilização no estadual

Jovens aproveitam a chance dada pelo treinador e deixam ótima impressão na última partida da temporada e fala sobre planejamento para próxima temporada

Lance

Lance

Lance

O São Paulo derrotou o CSA por 2 a 1, na tarde deste domingo, com gols de Toró e Igor Vinícius e Jarro Pedroso descontou para o time alagoano. Se muitos falavam que o jogo do tricolor não valia nada, Fernando Diniz conseguiu uma maneira de botar fogo na partida: colocou a garotada em nove posições do time, só Igor Vinícius e Léo não tinham sido revelados em Cotia. Foi uma grande oportunidade para os jovens mostrarem seu valor para o treinador, que já sabe que fica para a próxima temporada.

Na entrevista coletiva, Fernando Diniz foi só elogios em relação a partida do time:

– A minha visão do jogo é muito positiva. O primeiro tempo foi excelente na parte técnica e tática, com reações rápidas na hora que perdia a bola. A base dos que saíram jogando estão treinando comigo desde que eu cheguei, tinha segurança. No segundo tempo, quando teve a injusta expulsão do Helinho, tivemos um domínio no sentido de ser um time cascudo com os moleques. Passou a ser um jogo mais mental, os meninos mostraram muita maturidade.

O treinador foi questionado se pode usar os jovens no campeonato estadual e mostrou confiança nas peças:

– Se eu precisar usar os jogadores, usarei com a maior tranquilidade. O jogo sempre tem importância. Se você perde e joga mal, teria uma série de questionamentos. Esse era o melhor time que tinha para vir hoje. Não sei se esse é o melhor cenário, usar a base no estadual. O Jorge Jesus não poupou ninguém. O estadual também serve para preparar para outras competições. O estadual de São Paulo é o mais competitivo, e a torcida espera que sejamos competitivos e briguemos pelo título. Mas se tiver que fazer, farei com a maior naturalidade.

O treinador ainda falou sobre o planejamento para a próxima temporada e vibrou com a vaga conquistada para a fase de grupos da Libertadores:

– De planejamento estratégico mesmo vamos começar a fazer a partir de agora. O foco era a conquista do objetivo principal. Isso foi alcançado. A gente sabe que, se pegar o tamanho do São Paulo, é pouco. Mas pelo momento que passamos vale muito, o torcedor é apaixonado pela Libertadores. Classificar de maneira direta dá mais tranquilidade no ano.

O São Paulo terminou o Campeonato Brasileiro com 63 pontos, assim como aconteceu no Brasileirão da última temporada. Porém a situação mudou, se ano passado o clube ficou em quinto e precisou jogar a fase prévia da Libertadores, onde foi eliminado, esse ano o clube terminou na sexta posição e, graças ao título da Libertadores do Flamengo e da Copa do Brasil do Athletico, se classifica direto para a fase de grupos da competição continental.