Futebol Fernando Diniz critica arbitragem e desabafa: "O punido é o clube"

Fernando Diniz critica arbitragem e desabafa: "O punido é o clube"

Treinador do Santos ficou indignado com a não marcação de um pênalti em cima de Madson, quando o jogo ainda estava 1 a 0 para os mineiros

Lance
Lance

Lance

Lance

O técnico Fernando Diniz não ficou satisfeito com a arbitragem na derrota do Santos contra o América, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro.

A reclamação do time santista é em relação um possível pênalti sofrido por Madson, no segundo tempo. O jogador foi derrubado em bola alçada na área, mas o VAR não recomendou revisão.

"Somado a isso, teve um lance nem de polêmica. Foi extremamente claro, mas o VAR nem foi chamado. Foi extremamente claro por qualquer ângulo, durante o jogo parecia pênalti. E passando devagar, vira muito pênalti. Por isso perdemos o jogo. O Santos teria empatado o jogo e a pergunta já não seria a mesma. Time perdeu muito por conta da nossa imprecisão nas finalizações e por causa da arbitragem", disse Diniz.

O treinador santista citou sua suspensão após receber o cartão amarelo. O treinador está fora do jogo contra o Athletico, na terça-feira, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Não teve critério nenhum de arbitragem de falta. O acréscimo de seis minutos. Os jogadores do América fizeram cera do início ao final do jogo. Foi dar seis minutos, que é conveniente para todo mundo. Fizeram mais cera, se jogaram no chão e fica por isso mesmo. O punido é o clube, o técnico que toma o cartão amarelo. Pra quem quer jogar? Tem punição. Para quem não quer? Fica tudo ok", apontou.

Últimas