Futebol Falcão é apresentado e pede criatividade para reforçar o Santos

Falcão é apresentado e pede criatividade para reforçar o Santos

Novo coordenador e futebol do Peixe testou positivo para Covid nesta quinta

Lance
Lance

Lance

Lance

Depois de testar positivo para a Covid-19, Paulo Roberto Falcão, novo coordenador técnico do Santos foi apresentado de forma online pela Santos TV no começo da tarde desta quinta-feira (a apresentação seria presencial, às 11 horas). Ele está bem e sem sintomas.

Na apresentação, Falcão destacou a força da marca Santos e a felicidade de começar a trabalhar na função de coordenador no clube que revelou o Rei Pelé.

- É um momento para mim muito importante porque quando eu comecei a minha carreira de treinador foi com a Seleção Brasileira e é uma marca que dispensa apresentações. O início nessa função de coordenador, eu começo com talvez a maior marca de futebol do Brasil que é o Santos por toda história que tem dos Meninos da Vila, do Pelé...o Santos é uma marca que me ajudou muito nessa escolha. Estou começando e o futebol é feito de coisas daqui ou de lá da televisão e da rádio, de treinador e comentarista e de tudo, mas o futebol não muda as mesmas coisas básicas que são as mais importantes. Estou muito feliz, a marca do Santos é uma marca enorme e a gente está com essa disposição de trabalhar e procurar fazer aquilo que seja o mais importante para o bem-estar de todos - ressaltou.

Já de olho na temporada de 2023, o coordenador afirmou conhecer a realidade financeira do Santos e destacou a necessidade de ser criativo na busca por reforços para qualificar o elenco.

- A gente tem que procurar conhecer o que nós precisamos no Santos. Isso não pode demorar muito, mas temos que ter o cuidado de não ter pressa. O projeto é um Santos forte, competitivo e nos encontramos dificuldade em comparação com outros clubes que no momento apresentam condições econômicas muito maiores, mas temos que ser muito criativos nesse momento, ter a capacidade da utilização da base e muito também o cuidado como isso vai ser organizado - afirmou.

- Pegaremos o começo da temporada acelerando, mas sem ter pressa na montagem do grupo. Talvez não no mesmo poder econômico, mas com poder dentro de campo para equilibrar as coisas (...) Vamos tentar criar um Santos forte diante das dificuldades econômicas. O presidente disse que vai ajudar para termos um pouco de respiro e alegria. Estamos precisando disso aqui - ressaltou.

Natural de Santa Catarina, Falcão tem 69 anos e foi um dos maiores volantes da história do futebol brasileiro. Brilhou no Internacional depois se tornou ídolo em Roma e encerrou a carreira no São Paulo. Também atuou pela Seleção Brasileira como atleta e treinador.

Últimas