Futebol Experiência e números podem contar a favor de Gabriel em disputa com Xavier no Corinthians

Experiência e números podem contar a favor de Gabriel em disputa com Xavier no Corinthians

Perto de sequência pesada do Timão, dupla disputa titularidade. Na última quinta-feira foi a vez do jovem, mas estatísticas sob o comando Mancini podem contar a favor do camisa 5

Lance
Lance

Lance

Lance

O Corinthians sofreu algumas alterações no time titular após a maratona de jogos pelo Paulistão, e uma delas foi a entrada de Xavier no lugar de Gabriel como primeiro homem de meio-campo. No entanto, essa mudança pode ser revertida diante de uma sequência dura da equipe, e o que pode pesar é a experiência do camisa 5 e as estatísticas sob o comando de Vagner Mancini.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2021 clicando aqui

GALERIA
> Everaldo já foi! Veja quem deixou o Corinthians para a temporada 2021

Neste domingo, o Timão inicia uma série de jogos importantes e o primeiro deles será o clássico contra o Santos, que será seguido por Peñarol-URU, pela Copa Sul-Americana, e depois por outro clássico, desta vez contra o São Paulo. Embora o calendário exija um rodízio, a tendência é que o treinador busque força máxima possível para esses confrontos desta semana.

Com isso, alguns jogadores devem retomar seus postos, como Gabriel, que foi sacado do time titular para a entrada de Xavier, que atuou contra o River Plate-PAR, na última quinta-feira, mas acabou sendo trocado por Cantillo no intervalo. O camisa 5, por sua vez, tem elementos a seu favor que podem pesar nesse contexto de titularidade, especialmente em relação a Xavier.

Aos 28 anos e com 198 jogos com a camisa do Corinthians, Gabriel tem experiência de sobra e noção exata do que são as partidas decisivas pelo clube. Se a tendência for levar a campo uma equipe mais cascuda e de mais pegada na marcação, certamente o camisa 5 deve retomar seu lugar com Mancini. Xavier tem 21 anos e completou sua 24ª partida como profissional do Timão.

Embora talentoso e promissor, o camisa 39 tem números inferiores aos de Gabriel sob o comando de Vagner Mancini. Em termos de desarmes, o jovem tem média de 0,8 por jogo no período, contra 2,2 de seu companheiro experiente. Já no quesito interceptações Xavier tem média 0,7 contra 2,0 de Gabriel, que tem um índice de faltas maior na comparação (1,7 x 1,2).

Além disso, o camisa 5 tem quatro participações diretas em gols sob o comando de Mancini: dois gols, uma assistência e um pênalti sofrido. Enquanto Xavier tem apenas uma assistência em sua contabilidade no período.

Na tarde deste sábado, o Corinthians faz seu último treino antes de enfrentar o Santos, neste domingo, às 20h, em clássico válido pela fase de grupos do Paulistão. Será a oportunidade para Mancini definir a equipe titular que vai a campo nesta semana pesada que terá pela frente. Além de Gabriel e Xavier, o técnico tem dúvidas a resolver em posições de todos os setores do campo.

Veja a comparação de Gabriel e Xavier segundo dados do SofaScore

Gabriel x Xavier (sob o comando de Vagner Mancini)

Jogos: 22 x 26
Gols: 0 x 2
Assistências: 1 x 1
Passes decisivos (média por jogo): 0,4 x 0,6
Desarmes (média por jogo): 0,8 x 2,2
Interceptações (média por jogo): 0.7 x 2.0
Duelos ganhos: 48% x 50%
Faltas (média por jogo): 1,2 x 1,7
Amarelos (média por jogo): 0,2 x 0,1
Acerto no passe: 82% x 83%
Acerto no passe longo: 50% x 59%

Últimas