Futebol Ex-técnico de Jonathan Cafú crê no sucesso do atacante no Corinthians: 'Torcida vai se identificar com ele'

Ex-técnico de Jonathan Cafú crê no sucesso do atacante no Corinthians: 'Torcida vai se identificar com ele'

André Gaspar, brasileiro que comandou Cafú no Al Hazm, da Arábia Saudita, seu último clube antes de chegar ao Timão, contou como é o jogador dentro e fora de campo

Lance
Lance

Lance

Lance

Anunciado como reforço do Corinthians no início de novembro, Jonathan Cafú atuou duas vezes pelo Timão e ainda não somou 90 minutos em campo após quase um mês no clube. Esperando uma oportunidade, o atacante ganhou o apoio de seu último treinador antes de chegar ao Alvinegro: o brasileiro André Gaspar, que comandou o Al-Hazm, ex-equipe de Cafú, entre 2019 e 2020. O técnico, atualmente sem clube, detalhou as características do jogador.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

- O Cafú é um jogador que obedece muito as funções táticas, mostra a mesma intensidade durante os 90 minutos, participa muito das transições, tanto ofensivas quanto defensivas. Ele gosta de atuar ali pelo lado esquerdo buscando o um contra um, trazendo pra dentro para finalizar. Ele tem tudo para dar certo no Corinthians. É um jogador aguerrido, de muita raça e vibração, e a torcida se identifica com atletas assim e acredito que vai se identificar com ele - disse André, que ressaltou que a adaptação no Corinthians é sempre mais complicada:

- Jogar no Corinthians não é fácil e o momento não é o melhor, é difícil um jogador chegar resolvendo, mas acredito que eles vão reverter essa situação o quanto antes, o Mancini é um grande amigo e tenho certeza que ele vai colocar a equipe brigando pelas primeiras posições no campeonato.

Fora de campo, o ex-comandante de Cafú garante que a personalidade do atacante é leve, e até relembrou a convivência no início ano, quando o futebol foi paralisado por conta da pandemia em todo o planeta.

- Ele tem um coração enorme, fora de campo é muito brincalhão, alegre, é amigo de todos. Quando veio a pandemia, a Arábia Saudita entrou em lockdown e após às 15h ninguém podia sair na rua, então ficamos eu, ele, Alemão e Muralha, os brasileiros da equipe, numa casa. Foi um mês muito bacana, aproximou ainda mais a todos nós. Para manter a parte física e nos divertir, jogávamos futevôlei, mas ele era o pé-frio da casa, não adiantava a dupla dele que ele não ganhava uma (risos).

Ex-jogador com passagens por Santos e Bragantino, André Gaspar iniciou a trajetória fora dos gramados exatamente na equipe do interior paulista, onde ficou de 2009 a 2014 entre as funções de auxiliar técnico e treinador. Em 2015, chegou como auxiliar no Daegu, da Coréia do Sul, onde ficou até 2019 - assumindo o cargo de técnico em 2017 - e se tornou ídolo ao levar o clube a conquistar a FA Cup da Coréia pela primeira vez na história.

Últimas