Futebol Ex-Flamengo, Diego Gávilan analisa confrontos das quartas de final da Libertadores

Ex-Flamengo, Diego Gávilan analisa confrontos das quartas de final da Libertadores

Técnico do sub-23 do Cerro Porteño comentou sobre os confrontos do torneio continental

Lance
Lance

Lance

Lance

Nessa última terça-feira (3), foram definidos os confrontos restantes das quartas de final da Libertadores com a classificação do Fluminense. Treinador da equipe Sub-23 do Cerro Porteno, clube eliminado pela equipe carioca, Diego Gavilán falou sobre o que espera das partidas. O paraguaio já foi vice-campeão do torneio pelo Grêmio em 2007, e também atuou por Internacional e Flamengo, adversário do Olímpia-PAR nas quartas de final.

- Geralmente, na Libertadores, as fases decisivas são muito equilibradas. Claro que as vezes algum time acaba se sobressaindo, mas no geral os confrontos são parelhos. Acompanho sempre a competição e tive a oportunidade de jogá-la. Quando chega no mata-mata, são os detalhes que fazem a diferença.

Além de ter atuado como atleta na Libertadores, Diego também teve a oportunidade de comandar um clube na pré-eliminatória da Libertadores em 2017, pelo modesto Deportivo Capiatá. Naquela ocasião a equipe chegou até a terceira fase mas foi eliminada pelo Atlético-PR.

Diego passou por vários clubes como jogador, tais como: Internacional, Grêmio, Portuguesa, Cerro Porteno, Newel’s Old Boys, Independiente, Juan Aurich, Udinese e Newcastle. Além desses, o paraguaio também teve breve passagens por dois clubes que disputaram entre eles, uma vaga na semifinal, Flamengo e Olímpia. O ex-volante também comentou sobre o que espera desse confronto.

- Será um confronto difícil como todos os outros. Na Libertadores nada é fácil. Considero o Flamengo o favorito pelo elenco e qualidades individuais dos atletas, mas nessa fase muita coisa pode acontecer. Sempre temos algumas surpresas nessa competição e é isso o que a torna muito atraente - comentou.

Desde o final de janeiro de 2021, Diego é treinador da equipe Sub-23 do Cerro Porteño, em um projeto unificado com o elenco profissional, dirigido pelo compatriota Chique Arce, ex-jogador de Palmeiras e Grêmio. Sua última experiência como técnico no Brasil foi sob o comando do EC Pelotas, no Campeonato Gaúcho de 2019.

Últimas