Futebol Estrela da última vitória no comando, Série C e jogo reativo: o que esperar do Criciúma contra o Fluminense

Estrela da última vitória no comando, Série C e jogo reativo: o que esperar do Criciúma contra o Fluminense

Equipes se enfrentam nesta terça-feira, abrindo as oitavas de final da Copa do Brasil; Criciúma ainda não venceu na competição

Lance
Lance

Lance

Lance

O Fluminense teve um dos confrontos mais difíceis desse início de Copa do Brasil ao estrear no torneio contra o Red Bull Bragantino, na terceira fase. Agora, os cariocas são favoritos no duelo com o Criciúma, que atua na Série C do Campeonato Brasileiro e vem bem na temporada. Do outro lado, uma equipe que já deixou Ponte Preta e América-MG para trás e tem um velho conhecido do Tricolor no comando: Paulo Baier.

+ Fluminense chegou até as quartas da Copa do Brasil três vezes após título; relembre as campanhas

Na última vez que o time de Santa Catarina venceu o Fluminense, o atual treinador comandou o triunfo por 3 a 2, balançando a rede duas vezes. Este confronto aconteceu em 2014, em duelo válido pelo Brasileirão. Silvinho, que está no elenco atual, também fez parte daquela partida, mas será desfalque por ter disputado a Copa do Brasil pelo CSA no primeiro semestre. O último encontro entre as equipes foi em 2017.

Veja os confrontos da Copa do Brasil

​– Nós temos que jogar nosso jogo, logicamente que vamos enfrentar uma grande equipe, com jogadores muito bons. Um jogo importante para o Criciúma, um jogo importante para dar sequência. Quanto mais você jogar, mais sequência aos jogadores. Um campeonato diferente, são dois jogos e você tem que ter inteligência de jogar esse tipo de jogo e estratégia. Então é um jogo importante para nós - avaliou Paulo Baier.

TEMPORADA

A vida do Criciúma na competição não tem sido fácil. A equipe ainda não venceu no torneio. Empatou com o Marília por 0 a 0 na primeira fase, com a Ponte Preta por 1 a 1 na segunda e com o América-MG por 0 a 0 fora e 2 a 2 em casa. Esses dois últimos duelos foram definidos nos pênaltis. Já no Brasileiro, a equipe vem de uma vitória na rodada passada e duas derrotas antes, as únicas na competição, além de cinco vitórias e dois empates. Os comandados de Paulo Baier terminaram o primeiro turno em terceiro, com 17 pontos.

No entanto, vale lembrar que o Criciúma foi rebaixado no Campeonato Catarinense deste ano. Depois da decepção, houve a troca do treinador e uma reformulação no elenco.

COMO JOGA

O Criciúma tem uma das melhores defesas da Série C, com seis gols sofridos em nove jogos, mas marcou apenas oito vezes. Isso mostra que o modelo de jogo deve ser parecido com o que Roger Machado adota no Fluminense, menos bolas trabalhadas e mais contra-ataque com velocidade para definir. Isso pode se apresentar como dificuldade para o Flu, que não costuma propor o jogo.

Os destaques do time são o meia Felipe Matheus, que dá mais dinâmica ao time e o centroavante Marcão que demandará atenção nas bolas aéreas. Silvinho também seria perigoso, mas está fora por já ter atuado na competição. A saída para o Flu pode ser apostar em seus pontas.

CARAS CONHECIDAS

O Criciúma tem no elenco dois jogadores com passagens pelo Fluminense. São eles o atacante Maranhão e meia Dudu, que devem iniciar no banco. O primeiro esteve em Laranjeiras entre 2016 e 2017, quando fez 23 jogos e um gol, saindo por empréstimo para Ponte Preta e Goiás em seguida. O segundo teve nove partidas pelo Tricolor carioca em 2016.

O Flu também tem atletas com passagens pelo Tigre no clube. Inclusive, as equipes negociaram diversas vezes. Nos últimos cinco anos, o Fluminense contratou Marlon, Nino e Dodi. O primeiro estava emprestado e vem treinando, enquanto o segundo está com a Seleção Brasileira na Olimpíada. Além deles, Lucca também já esteve do outro lado na base. Ele estará no banco.

Últimas