Futebol Erison, do Botafogo, termina a Taça Guanabara como vice-artilheiro do Carioca

Erison, do Botafogo, termina a Taça Guanabara como vice-artilheiro do Carioca

Camisa 89, mesmo alternando momentos no banco de reserva, vai para a semifinal do Estadual com seis bolas na rede com a camisa do Botafogo

Lance
Lance

Lance

Lance

Pouca coisa chamou atenção pelo lado do Botafogo no empate por 2 a 2 contra o Audax, neste domingo, na última rodada da Taça Guanabara. Com um time recheado de reservas e jovens, o Alvinegro teve dificuldade de se impor e buscou o resultado duas vezes. A parte positiva ficou por Erison, que fechou a primeira parte do Estadual em alta.

+ Outrora encaminhado, Saravia pede novas condições e negociação com o Botafogo dificulta

O 'El Toro' terminou a Taça Guanabara como artilheiro do Botafogo e vice-artilheiro do Carioca. São seis gols marcados - atrás apenas de Gabigol, do Flamengo, que tem sete. Em Angra dos Reis, mais uma bola na rede, em cobrança de pênalti.



Contratado junto ao XV de Piracicaba após ter se destacado na última Série B pelo Brasil de Pelotas, Erison tem aparecido com holofotes nesse começo do Botafogo. Nem sempre é titular, mas geralmente contribui quando tem chance dentro de campo.

No Jair Toscano de Brito, a equipe comandada por Lúcio Flávio mostrou naturais dificuldades diante de um time com vários jogadores que nunca haviam atuado juntos. O 11 inicial teve Juninho e Raí, dois meias articuladores, o que não deu certo: o Botafogo mostrou dificuldade para acelerar jogadas no primeiro tempo.

Isso mudou na etapa complementar com a entrada de Luiz Fernando, um ponta de origem. Um time mais vertical gerou mais perigo ao Audax, mas nada de arrancar suspiros - assim como foi a partida em si. Negativamente pesou a atuação de Diego Loureiro, com uma falha no primeiro gol da equipe de Angra ao sair errado da baliza após uma cobrança de escanteio.

Foi o primeiro jogo do goleiro, importante no título da Série B no ano passado, como titular em 2022. Para a semifinal contra o Fluminense, a tendência é que o Botafogo não tenha Gatito Fernández, convocado para a seleção do Paraguai - o clube tenta a liberação do arqueiro com a federação.

O Botafogo, agora, terá uma semana cheia para se preparar visando as semifinais.

Últimas