Futebol Enderson Moreira atribui tropeço do Botafogo contra o Vitória a queda de rendimento: 'Não voltamos bem'

Enderson Moreira atribui tropeço do Botafogo contra o Vitória a queda de rendimento: 'Não voltamos bem'

Treinador destaca bom desempenho no primeiro tempo, mas afirma após o empate em 0 a 0 nesta quarta-feira (29): 'Como não fizemos o gol, tudo se equilibrou'

Lance
Lance

Lance

Lance

O técnico Enderson Moreira reconheceu que o Botafogo se deixou levar pelos erros e saiu do Barradão com o empate em 0 a 0 diante do Vitória, nesta quarta-feira (29). Em entrevista coletiva após o confronto válido pela 27ª rodada da Série B, o comandante alvinegro detalhou onde fez mais cobranças aos jogadores.

- Estamos orientando e cobrando o tempo todo. Acho que perdemos muitas bolas que poderiam ter sido trabalhadas melhor, trabalhado nos dois lados do campo, ali na esquerda. Foi no sentido de fazer com os que atletas tivessem sentido daquilo com aquilo que a gente queria fazer - declarou.

O treinador destacou o empenho dos atletas mesmo em meio à "maratona" do Botafogo nas rodadas mais recentes.

- É preciso valorizar essa sequência que a gente tem enfrentado, com poucos dias de recuperação, mas sempre tentamos sair com vitórias. Nosso primeiro tempo foi muito bom e poderíamos ter saído com uma vantagem - disse.

> Veja a classificação da Série B do Brasileirão!


Enderson Moreira traçou seu ponto de vista de como o Alvinegro se comportou na partida. Aos seus olhos, a falta de eficiência nos primeiros minutos custou caro.

- Começamos bem o jogo, buscamos controlar as ações principalmente no primeiro tempo, tivemos esse papel nos 15 minutos com uma presença mais forte. Como não conseguimos fazer o gol, tudo se equilibrou. Não voltamos bem para o segundo tempo e depois da expulsão (do Kanu), virou outro jogo. No finalzinho, a gente ainda conseguiu algumas situações boas. Nosso objetivo era vencer o jogo - declarou.

O técnico também falou sobre uma mudança significativa: a escalação de Jonathan Lemos como titular na lateral direita. O jogador, que teve trabalho para conter os espaços deixados pelo Vitória, foi sacado para a entrada de Daniel Borges.


- A questão do Jonathan é que o Daniel fez todos os jogos comigo, é o jogador com maior minutagem desde que eu cheguei. A gente estava com o Jonathan machucou, ele se recuperou, estava apto e nós confiamos. Achamos que era interessante em função dessa sequência do Daniel dar esse momento para o Jonathan porque é possível que aqui a pouco a gente precisa, seja por uma situação de cartão ou algo do tipo - afirmou.

O Alvinegro volta a campo no sábado (2), no Nilton Santos, onde mede forças com o Avaí, às 19h. A equipe tem 48 pontos, cinco a menos que o líder Coritiba.

Últimas