Futebol Enderson afirma que Gatito viajou com o Botafogo por vontade própria e elogia: 'É uma referência no clube'

Enderson afirma que Gatito viajou com o Botafogo por vontade própria e elogia: 'É uma referência no clube'

Após vitória sobre o Coritiba, pela Série B do Brasileirão, treinador elogiou conduta do paraguaio e atualizou situação de Cavalieri, que evolui na parte física

Lance
Lance

Lance

Lance

Mesmo sem jogar, Gatito Fernández foi foco de atenções no Botafogo. O goleiro marcou presença nas arquibancadas do Couto Pereira e acompanhou a delegação do Alvinegro, que venceu o Coritiba por 1 a 0 nesta sexta-feira, em partida válida pela 21ª rodada da Série B do Brasileirão.

Ainda lesionado, o goleiro pediu para viajar mesmo sem ter condições de jogo por vontade própria. A conduta foi alvo de elogios de Enderson Moreira, técnico do Glorioso, após a partida - o técnico também falou sobre a situação de Diego Cavalieri, que também se recupera de lesão.

- O Diego (Cavalieri) começou a trabalhar recentemente, ainda é muito prematuro. O Gatito veio por pedido dele. Está muito tempo fora e queria participar desse clima. É uma referência no clube. Ainda não pode fazer trabalhos com bola. E o Diego precisou ficar para continuar o trabalho com a comissão técnica e ficar em forma - comentou, em entrevista coletiva.

OUTRAS ASPAS DE ENDERSON

Guilherme Santos
​- O Guilherme reclamou que estava sentindo um pouquinho no último treinamento. Fizemos a opção de deixa-lo lá para recuperar 100%. Warley pode jogar dos dois lados, é muito polivalente e cumpriu muito bem a função.

Jogo sem Rafael Navarro
​- O Navarro tem uma característica, o Rafael Moura tem a sua e o Matheus Nascimento tem outra. Cada atleta pode oferecer coisas diferentes, a gente perde em umas e compensa em outras. Perdemos atletas importantes para esse jogo, mas o grupo deu uma resposta positiva. Não temos deixado ninguém para trás, estão todos convictos no que precisamos fazer.

Últimas